FII: IFIX dispara 0,34% no dia; índice é puxado por LVBI11 e HABT11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

O IFIX fechou o pregão desta terça-feira, 15, em forte viés de alta, avançando 0,34%, aos 2.802,19 pontos.

A intensa pressão no lado comprador foi vista já na primeira hora de negociações, que subia a 0,25%.

Ao longo do dia, o IFIX manteve força para sustentar o viés de alta, registrando a máxima em 2.802,44 pontos. A mínima para o dia foi de 2.792,96 pontos.

EmpreendedorismoTécnicas para Renda Fixa. Tendências. Privatizações. Estratégias para proteção de investimentos.

Tudo isso hoje na MoneyWeek

Para setembro, o índice de FIIs registra alta de 0,72%, enquanto no ano a queda é de 11,46%.

A movimentação financeira para esta terça foi de R$ 175,61 milhões.

Maiores altas

Entre os Fundos Imobiliários que puxaram a alta estavam: VBI Logístico (LVBI11), Habitat II (HABT11), Maxi Renda (MXRF11), Vinci Shopping Centers (VISC11), VBI CRI (CVBI11).

Em sentido contrário, as maiores quedas da carteira puderam ser vistas nos fundos: Plural Recebíveis Imobiliários (PLCR11), Hotel Maxinvest (HTMX11), Hedge TOP FOFII 3 (HFOF11), CSHG Prime Offices (HGPO11), SDI Rio Bravo Renda Logística (SDIL11).

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
LVBI11R$ 124,232,97%
HABT11R$ 112,602,27%
MXRF11R$ 10,592,12%
VISC11R$ 113,952,11%
CVBI11R$ 91,931,97%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
PLCR11R$ 81,15-2,23%
HTMX11R$ 120,90-1,76%
HFOF11R$ 110,80-1,06%
HGPO11R$ 222,02-0,88%
SDIL11R$ 101,30-0,69%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta terça-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou valorização, em linha com o principal índice da bolsa, que subiu 0,02%.

Confira a movimentação de FII

CNES11

O BTG Pactual, administrador do FII Cenesp (CNES11), informou sobre a intenção da locatária Resource Tecnologia e Informática de sair do Fundo.

Segundo o administrador, a rescisão impactará negativamente a receita do Fundo em, aproximadamente, 9,06% em comparação às receitas de julho de 2020.

Como resultado, provocará um impacto na distribuição de rendimentos de, cerca de, R$ – 0,06 por cota do Fundo.

Caso a intenção de saída se concretize, o Fundo fará jus à multa de rescisão estabelecida em contrato.

HBTT11 e HABT11

A Vórtx, comunicou que foi aprovada a incorporação do FII Habitat I (HBTT11) pelo FII Habitat II (HABT11), ambos administrados pela Vórtx.

O administrador informou que a incorporação busca melhorar a liquidez, gerar ganhos de escala e capturar sinergia entre os Fundos. Além de pulverizar a carteira de ativos, otimizar gestão e diluir despesas.

HLOG11

O FII Hedge Logística (HLOG11) comunicou que firmou, na data de ontem, 14, acordo comercial para aquisição da totalidade de um galpão de uso industrial localizado em São Paulo, SP.

Conforme o comunicado, o valor da transação será de R$ 49,5 milhões.

Atualmente o imóvel está locado para uma empresa multinacional na modalidade típica, com vigência até 2025.

O cap rate da operação é estimado em 8,25%. A viabilidade da transação considera a manutenção do nível de distribuição de rendimentos atuais do Fundo.