FII: IFIX recua 0,24% pressionado por GTWR11 e RBVA11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Nesta segunda-feira, 14, o IFIX seguiu o dia em viés de baixa fechando o pregão em queda de 0,24%, aos 2.761,41 pontos.

Na mínima do dia, o índice de FIIs bateu em 2.761,08 pontos enquanto a máxima foi de 2.771,63 pontos.

No acumulado de dezembro o IFIX recua 1,68%. No ano a queda é de 13,66%

Aprenda a interpretar o cenário dos investimentos com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

A movimentação financeira para a segunda-feira foi de R$ 221,39 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas da carteira foram em: CSHG Prime Offices (HGPO11), CSHG Prime Offices (HGPO11), SP Downtown (SPTW11), General Shopping Ativo e Renda (FIGS11), Vila Olímpia Corporate (VLOL11).

Por outro lado, as maiores quedas foram em: Green Towers (GTWR11), Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11), BB Progressivo II (BBPO11), Vinci Shopping Centers (VISC11), BTG Pactual Crédito Imobiliário (BTCR11).

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
HGPO11R$ 219,821,91%
XPCM11R$ 49,851,78%
SPTW11R$ 81,391,67%
FIGS11R$ 62,991,43%
VLOL11R$ 103,000,98%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
GTWR11R$ 108,00-2,96%
RBVA11R$ 114,01-2,20%
BBPO11R$ 121,05-1,59%
VISC11R$ 111,23-1,48%
BTCR11R$ 83,31-1,22%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta segunda o conjunto de FIIs registrou desvalorização, em linha com o principal índice da bolsa, que fechou o dia em queda de 0,45%.

Veja a movimentação de FII

A Rio Bravo, administradora do FII Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11) concluiu a alienação do 10º andar do Edifício Parque Paulista, pelo valor de R$ 10,554 milhões.

A venda foi realizada através da integralização do imóvel no FII Brazil Real Estate Victory Fund I (BREV11), fundo imobiliário da qual o RCRB11já era investidor.

Concomitante a venda do imóvel, o Fundo adquiriu 98.324 de cotas de emissão do BREV11, pelo valor patrimonial de R$ 107,34.

Com a venda do imóvel, o Fundo realizou ganho de capital na ordem de R$ 4 milhões, equivalente a R$ 1,08/cota.

A Rio Bravo comunicou ainda que o RCRB11 celebrou contrato de locação com a Trisul referente a totalidade do 20º andar do Edifício Cetenco Plaza.

Em razão da celebração do contrato, a taxa de vacância dos imóveis que compõem o patrimônio do Fundo caiu para 6,3%.

“A locação do Imóvel em parâmetros compatíveis com o mercado, mesmo durante a pandemia de Covid-19, demonstra a capacidade de geração de renda imobiliária sustentável e de longo prazo dos ativos do Fundo, que possuem excelente qualidade e localização e, com isso, conseguem atrair inquilinos de alta qualidade”, disse a Rio Bravo.

A locação do imóvel poderá impactar a distribuição de rendimentos em R$ 0,03/cota a partir de 2021.

HGRE11: avaliação é 5,42% superior ao valor patrimonial da cota

O FII CSHG Real Estate (HGRE11) comunicou que os imóveis do Fundo foram avaliados a mercado pela empresa CBRE, resultando em valor 5,42% superior aos valores contábeis dos referidos imóveis.

Com isso, o HGRE11 totaliza variação positiva de aproximadamente 5,62% no valor patrimonial da cota do Fundo.

EDFO11B: Fundo realiza novo contrato de locação

O FII Edifício Ourinvest (EDFO11B) comunicou que foi renovado, no dia 10 de dezembro de 2020, o contrato de locação com a Supplier Administradora de Cartões de Crédito tendo como objeto o 13º andar e 06 vagas de estacionamento do Edifício Ourinvest, situado na Avenida Paulista nº 1.728.

O referido contrato foi locado pelo prazo de 04 anos, a contar de 10 de dezembro de 2020.

FII: Confira os rendimentos divulgados

BLCP11: R$ 0,746458239 por cota em 18/12

HCRI11: R$ 3,0697641 por cota em 18/12

BLCP11: R$ 0,746458239 por cota em 18/12

HCRI11: R$ 3,0697641 por cota em 18/12

SHDP11: R$ 3,882449932 por cota em 18/12

GCFF11: R$ 0,7 por cota em 18/12

TRNT11: R$ 0,4 por cota em 18/12

MORE11: R$ 0,9 por cota em 18/12

MGCR11: R$ 0,65 por cota em 18/12

GCFF11: R$ 0,7 por cota em 18/12

Leia mais:

Aluguel de FIIs: saiba como vai funcionar o empréstimo de cotas

Fundos imobiliários: confira os FIIs recomendados para dezembro

FII: conheça os 20 fundos imobiliários mais rentáveis de 2020