FII: IFIX cai 0,19% no dia puxado por SARE11 e RBFF11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pxhere

Nesta quinta-feira o IFIX abriu o pregão em alta de 0,14%. Apesar do movimento positivo, o índice não suportou a pressão nas vendas, fechando o dia em queda de 0,19%, aos 2.801,26 pontos.

A mínima para o dia foi de 2.800,16 pontos. Já na máxima, o  índice de FIIs bateu em 2.812,76 pontos.

Para o acumulado de novembro, o IFIX registra alta de 1,15%. No ano, a queda é de 12,28%.

BDRsDay TradeUnicórnios e novos IPOs.

Hoje é dia de insights para investir em 2021.

A movimentação financeira para a quinta-feira foi de R$ 175,19 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas da carteira foram em: XP Corporate Macaé (XPCM11), Kinea Renda Imobiliária (KNCR11), XP LOG (XPLG11), The One (ONEF11), Kinea High Yield CRI (KNHY11).

Na contramão, as maiores quedas foram em: Santander Renda de Aluguéis (SARE11), Rio Bravo IFIX (RBFF11), Hotel Maxinvest (HTMX11), General Shopping Ativo e Renda (FIGS11), Vinci Offices (VINO11).

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
XPCM11R$ 47,551,17%
KNCR11R$ 91,190,99%
XPLG11R$ 128,500,78%
ONEF11R$ 147,000,73%
KNHY11R$ 111,990,67%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
SARE11R$ 93,79-1,53%
RBFF11R$ 72,50-1,45%
HTMX11R$ 122,75-1,30%
FIGS11R$ 63,20-1,27%
VINO11R$ 59,24-1,23%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta quinta o conjunto de FIIs registrou desvalorização, em linha com o principal índice da bolsa, que caiu 2,2%.

Veja a movimentação de FII

SDIL11 comunica a abertura da 5ª emissão de cotas do Fundo

A Rio Bravo, na condição de administradora do fundo de investimento imobiliário (FII) SDI Rio Bravo Renda Logística (SDIL11), comunicou a abertura da 5ª emissão de cotas do Fundo.

Desse modo, com a nova emissão serão lançadas 2.611.239 cotas, podendo tal montante ser aumentado em até 20%, em razão da distribuição das cotas adicionais.

O preço de aquisição por cota da 5ª emissão foi definido em R$ 98,56, assim sendo, o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 250 milhões.

Segundo o comunicado, os recursos líquidos captados serão destinados à aquisição de dois ativos adjacentes localizados no município de Contagem, objeto das propostas vinculantes divulgadas por meio do fato relevante datado de 09 de novembro de 2020.

As novas cotas emitidas no âmbito da emissão serão colocadas sob o regime de melhores esforços de distribuição.

Os cotistas que tiverem interesse em exercer o direito de preferência deverão se manifestar entre os dias 24 de novembro de 2020 a 08 de dezembro de 2020, inclusive, na B3.

RBRS11 assina compromisso para aquisição de imóvel

O FII Rio Bravo Renda Residencial (RBRS11) assinou no último dia 9 de novembro, o compromisso para aquisição de participação de 78% de um ativo localizado em Moema, São Paulo/SP.

O referido imóvel corresponde a 81 unidades residenciais e uma loja, totalizando área privativa de 2.427,38 m².

Atualmente, o imóvel encontra-se em desenvolvimento e a data de entrega está prevista para o primeiro trimestre de 2022.

A aquisição tem valor de R$ 36,39 milhões.

O dividend yield do investidor estimado para a operação de locação é de 7,8% a.a.

Com a aquisição, o Fundo passa a deter um portfólio de 137 unidades, entre os bairros de Moema e Vila Mariana, com 3.664,38 m² de área privativa e expectativa de resultado da ordem de R$ 0,09/cota em dezembro.

FII: Confira os rendimentos divulgados

RBRF11: R$ 0,75 por cota em 18/11

RBRR11: R$ 0,5 por cota em 18/11

RBRY11: R$ 0,6 por cota em 18/11

RBRM11: R$ 3.707,573435415 por cota em 18/11

IRDM11: R$ 1,220548744 por cota em 18/11

IBFF11: R$ 0,48 por cota em 18/11

TORD11: R$ 0,15 por cota em 18/11