FII: IFIX fecha a semana em alta de 4,33%; no dia sobe 1,05%

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Unsplash

A primeira semana de junho foi marcada por 5 sessões no azul para o IFIX.

Nesta sexta-feira (5) o índice fechou em alta de 1,05%, já para a semana e mês, acumula alta de 4,33%. Apesar desse movimento positivo, no ano o IFIX registra queda de 13%.

O dia foi marcado por pouca oscilação, com mínima em 2.744,66 pontos e máxima de 2.774,15 pontos.

No encerramento das negociações, o IFIX fechou próximo a máxima, aos 2.772,83 pontos.

Nesta sexta, o destaque positivo foi para o FII Edifício Galeria (EDGA11), FII Hotel Maxinvest (HTMX11) e FII Plural Recebíveis Imobiliários (PLCR11).

Em sentido oposto, as principais quedas foram no FII Brazilian GraveyardDeath (CARE11), Votorantim Shopping (VSHO11) e XP Corporate Macaé (XPCM11).

A movimentação financeira no dia foi de R$ 186,13 milhões.

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
EDGA1137,927,15%
HTMX11129,507,04%
PLCR1184,936,18%
FIGS1165,675,92%
ABCP1191,005,79%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
CARE110,70-4,11%
VSHO1187,00-2,10%
XPCM1161,54-1,54%
IRDM11114,00-1,47%
KFOF11105,98-1,39%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de fundos imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta terça-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou uma valorização inferior ao principal índice da bolsa, que subiu 0,86%.

Veja a movimentação de fundos

Vários fundos imobiliários (FII) divulgaram nesta sexta-feira (5) informações sobre rendimentos a serem creditados em junho.

Assim sendo, o fundo imobiliário Anhanguera Educacional (FAED11) informou que distribuirá dividendos de R$ 1,29 por cota. O pagamento será realizado no dia 15 de 2020, com base na posição de 05 de junho.

O FII Tordesilhas (TORD11) realizará o pagamento de rendimentos no valor de R$ 0,08 por cota. Com crédito em 16 de junho de 2020 e posição do dia 08 de junho.

Já o fundo imobiliário CEO Cyrela Commercial Properties (CEOC11) fará o pagamento de R$ 0,56 por cota em 15 de junho, com base na posição de 05 de junho.

O FII NCH Brasil Recebíveis Imobiliários  (NCHB11) distribuirá rendimentos de R$ 0,86 por cota detida no dia 05 de junho. O pagamento será feito no dia 15 de junho de 2020.

O FII UBS (BR) Recebíveis Imobiliários (UBSR11) vai pagar R$ 0,70 por cota detida no dia 05 de junho. O pagamento será feito no dia 12 de junho de 2020.

O fundo XP Crédito Imobiliário (XPCI11) distribuirá R$ 0,54 por cota. Com pagamento em 15 de junho, e base no dia 29 de maio.

Por fim, a Oliveira Trust administradora do fundo Europa (ERPA11) informou que o fundo não tem rendimentos a serem distribuídos referentes a maio. Isso porque não auferiu rendimento caixa no período.