Ibre e bancos revisam projeções do PIB para queda de até 4%

Walter Niyama
Jornalista formado pela ESPM-SP, possui passagens pelo Diário do Centro do Mundo e já trabalhou na assessoria de imprensa da Secretária de Estado da Saúde de São Paulo. Também tem textos escritos para o site Torcedores. É idealizador do site de jornalismo Converge e colunista no Nerdssauros. É também autor de três romances publicados.
1

Crédito: Divulgação

Os impactos do coronavírus na economia do país e do mundo continuam. As projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro foram revisadas. Elas apontam para queda de 2,5% a 4% do PIB em 2020. As informações foram divulgadas pela Valor.

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) cortou sua projeção para uma baixa de 3.4%. Há duas semanas a queda era estimada em 0,9%. No início do ano, a expectativa era de crescimento de 2,2% em 2020.

A economias do Ibre/FGV, Luana Miranda, explica a nova projeção: “Agora incorporamos sondagens especiais sobre o coronavírus, com respostas das empresas, e o cenário do mercado de trabalho em outros locais, como China, Estados Unidos e países da Europa. Conseguimos ter uma proxy mais razoável”.

Itaú

Estimativas do banco Itaú mostram que o PIB encolheu 2,1% no primeiro trimestre e haverá retração de 6,5% no segundo trimestre. Isso pode afetar financeiramente famílias e empresas, atrapalhando na retomada para normalização pensada para o segundo semestre deste ano.

Economistas do banco reiteram ainda que ainda não temos certeza de por quanto tempo as medidas de isolamento irão durar e quão rápido será a recuperação no segundo semestre. Tudo isso agrega um grau de incercetezas para as projeções deste ano.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

O Itaú Unibanco revisou sua projeção do PIB de 2020 de queda de 0,7% para baixa de 2,5%. Mas ainda, previu alta de 4,7% da atividade em 2021, abaixo do anteriormente previsto (+5,5%).

PNB

Outro banco que revisou as projeções é o BNP Paribas. Sua projeção de queda do PIB de 2020 foi de 1,5% para 4%. A situação de um mês atrás, quando a primeira projeção foi feita, só piorou conforma a pandemia se espalhou.