Ibovespa despenca com cenário político, voltando aos 125 mil pontos

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Divulgação

O Ibovespa opera em queda de 1,32%, aos 125.245 pontos, perto das 13h15, nesta terça-feira (6). 

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo

O Ibovespa tinha queda no início da tarde, com redução em praças acionárias no exterior, além do desconforto dos investidores com o cenário político brasileiro. A bolsa de valores fica sem forças de recuperação com as incertezas institucionais.

O que mais mexe no Ibovespa

A bolsa voltou ontem aos 126 mil pontos, enquanto o dólar ultrapassou os R$ 5,10 no mercado futuro. O ambiente político conturbado vem piorando o ambiente de negócios.

Pesquisa CNT mostrou uma piora significativa na avaliação do governo Jair Bolsonaro, com avanço nas chances de Luiz Inácio Lula da Silva para a presidência.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Ao mesmo tempo, o governo se vê diante de denúncias de irregularidades na compra de vacinas na CPI da Covid e de áudios que podem envolver o presidente no esquema das chamadas “rachadinhas” (confisco de parte do salário de funcionários públicos por parlamentares).

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Exterior

O destaque dos indicadores da semana sai amanhã, com a ata do Federal Reserve que deve sinalizar sobre retirada das compras de títulos e futuro dos juros americanos.

Enquanto isso, hoje saem os índices dos gerentes de compras de serviços (PMI na sigla em inglês) da IHS Markit e do ISM. Ontem, o PMI da China indiciou recuo em junho, diante da nova variante delta da Covid-19. Nos EUA, no entanto, o número tende a ser favorável, devido à reabertura em consequência da ampla campanha de vacinação.

Já a zona do euro, as vendas no varejo cresceram 4,6% em maio ante abril, acima do consenso de 4,2%.

Ontem, o petróleo atingiu seu maior nível desde 2018, após a Opep adiar mais uma vez sua decisão sobre o aumento de produção, com a recusa da proposta pelos Emirados Árabes Unidos. O barril do tipo Brent superou os US$ 77.

Ibovespa: ações

As ações da Vale (VALE3) são destaque do dia. Por volta das 13h10, os papéis da empresa subiam 0,34%. Em seguida, a Raia Drogasil (RADL3) tinha alta de 0,32%.

A Hapvida (HAPV3) negocia os papéis com elevação de 0,13% e a Eneva (ENEV3) sobe com 0,12%.

Por fim, Bradespar (BRAP4) tem alta de 0,09%.

Dólar

O dólar tem alta de 1,89%, a R$ 5,1888, por volta das 13h13.

De acordo com a Agência Reuters, o comportamento dos ativos financeiros no Brasil continua refletindo o cenário político. O maior papel é o desenvolvimento da CPI da Covid-19, com denúncias de corrupção na compra de vacinas. Esse fator traz um dos maiores fatores de incerteza. Paralelamente, Bolsonaro, que fez do combate à corrupção uma bandeira eleitoral, foi acusado recentemente de ter se envolvido em um esquema de “rachadinhas” quando era deputado federal.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.