Ibovespa opera em forte queda, com cenário externo desfavorável e preocupações domésticas

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

O Ibovespa opera em queda de 2,08%, aos 100.671 pontos, perto das 13h59, nesta terça-feira (30).

O Ibovespa opera queda, com investidores atentos à apreciação da PEC dos Precatórios em Comissão no Senado e falas de membros do Banco Central, enquanto receio de que as vacinas atuais não sejam eficazes contra a variante ômicron do coronovírus atingia os mercados globais.

O que mexe no Ibovespa

No Brasil, o dia é de agenda cheia, com foco na votação, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado da PEC dos Precatórios, que abre brecha no orçamento para o pagamento do Auxílio Brasil e muda o cálculo do reajuste anual do teto de gastos. Se aprovada, a PEC segue para votação em plenário. 

O dia também tem dados relevantes de emprego. A Pnad, do IBGE, apresentou taxa de desemprego de 12,6%, ante 13,2% da leitura anterior, e melhor do que a projeção de 12,7%.  

Às 15h30 saem os dados do Caged, com projeção de 260 mil vagas de emprego formal em outubro. 

Ainda pela manhã saiu o resultado do setor público consolidadosuperávit primário de R$ 35,4 bilhões em outubro, ante superávit de R$ 3 bilhões em outubro de 2020. O resultado veio melhor do que a expectativa de R$ 32,550 bilhões.

O dia ainda tem a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL

Ontem, Câmara e Senado aprovaram as novas regras para as emendas do relator do orçamento, mas ainda há críticas quanto à transparência da liberação dos recursos. 

Exterior

As bolsas voltam a se abalar com a variante ômicron da Covid-19, cujos riscos potenciais ainda são desconhecidos. Depois de anunciar que poderia ter uma vacina eficaz já em janeiro para a nova cepa, a Moderna deu um passo atrás e admitiu que ainda serão necessários meses de pesquisa.

Sobre o tema, que volta a ameaçar a economia, Jerome Powell, presidente do Fed, e Janet Yellen, secretária do Tesouro, falam hoje ao Comitê Bancário do Senado dos EUA. Os investidores acompanham atentos, na expectativa de novas sinalizações sobre retirada de estímulos e aumento de juros. 

Na zona do euro, a inflação ao consumidor subiu 0,5% em novembro, com alta recorde de 4,9% no ano, acima da expectativa de 4,5% e bem distante da meta de 2%.

na China, o PMI industrial oficial do país subiu para 50,1 em novembro, ante 49,2 pontos de outubro e expectativa de 49,6 pontos. Leituras acima de 50 indicam crescimento da atividade.

Ibovespa: ações

A ação da Bradespar (BRAP4) é a única alta no Ibovespa por volta das 13h59, com os papéis da empresa subindo 0,41%.

Dólar

O dólar tem alta de 1,01%, a R$ 5,6580, por volta das 13h59.

O dólar passou a subir 1%, depois de mostrar forte volatilidade no início da sessão. O dia é marcado por preocupações internacionais sobre a variante ômicron da Covid-19, expectativas em torno da PEC dos Precatórios e comentários de autoridade do Banco Central. As fortes oscilações do dia ocorreram durante fala do diretor de Política Econômica do Banco Central, Fábio Kanczuk, que disse acreditar que a inflação é menos inercial e pode mudar muito ao longo do próximo ano.

*Com Agência Reuters e Agência Estado