Ibovespa intensifica ganhos após dados nos EUA

Joana Kurtz
null

Crédito: NurPhoto/Getty Images

A bolsa de valores iniciou o pregão com ganhos, com a notícia de que o crescimento econômico na China ficou dentro do esperado, mas, após a divulgação de dados nos Estados Unidos, acabou intensificando a alta.

Na abertura, o Ibovespa subia 0,62%, aos 117.426 pontos. Já por volta das 11h30, o avanço era de 1,06%, aos 117.941 pontos.

O mercado brasileiro acompanha o bom humor que pauta os mercados no exterior. Há pouco, as bolsas americanas abriram com ganhos, refletindo, além dos dados das economias chinesa e americana, os resultados sólidos das empresas que vêm sendo divulgados.

Quanto à China, apesar de o Produto Interno Bruto (PIB) da China de 2019 ter apresentado o crescimento mais lento de 29 anos, de 6,1%, ficou dentro do intervalo de 6%-6,5% estabelecido como meta pelo governo chinês, bem como em linha com as previsões do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial. O mercado, por sua vez, tinha a expectativa de 6,2% de expansão.

Ações

As ações da Eletrobrás abriram com ganhos por volta de 2,5%, mas há pouco já subiam menos, cerca de 0,8%. No noticiário da empresa, a subsidiária Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) concluiu em 15 de janeiro de 2020 a energização dos aerogeradores dos Complexos Eólicos Pindaí I, II e III.

A conclusão desse empreendimento representa um incremento de 110 MW de capacidade instalada da Chesf, correspondente a uma receita anual de R$ 70,7 milhões.

Marfrig abriu em alta de 2,5%, mostrando o otimismo dos investidores com a companhia, mas não resistiu e acabou virando. Instantes atrás, tinha declínio de 0,49%.

Hapvida era outro destaque na abertura, com +4,4%, mas há pouco já subia menos, com +1,25%. A operadora de saúde com sede no Ceará recentemente iniciou sua expansão pelo Estado de São Paulo, com a aquisição de cooperativas no interior.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Vale, por sua vez, mantinha o avanço de cerca de 2,4% observado na abertura, refletindo os dados chineses e o aumento do preço do minério de ferro. No porto de Qindao, a matéria-prima teve alta de 1,27%, a US$ 97,58 a tonelada. No mercado futuro, o aumento era de 0,83%, a 669,50 iuanes.

Entre as quedas, Suzano chegou a cair quase 2% na abertura, mas há pouco recuava bem menos (-0,20%), acompanhando a queda do dólar. O dólar à vista caía 0,29%, a R$ 4,1806.

Petróleo

As ações da Petrobras se mantinham no território positivo. Os papéis refletem o avanço dos preços do petróleo. Por volta das 11h30, o Brent tinha aumento de 0,14%, a US$ 64,71, enquanto o WTI avançava 0,12%, a US$ 58,59.