Ibovespa opera em alta, acompanhando mercados de NY

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

O Ibovespa opera em alta de 0,56%, aos 105.053 pontos, perto das 14h20, nesta sexta-feira (3).

O Ibovespa alta consolidada no último pregão da semana, caminhando para a segunda sessão positiva em sequência, à medida que investidores digerem dado de trabalho nos Estados Unidos e indicador de produção industrial no Brasil.

O que mexe no Ibovespa

Destaque nesta sexta-feira (3) para a Produção Industrial Mensal, do IBGE, que teve queda de 0,6% na passagem de setembro para outubro, quinto resultado negativo consecutivo. O consenso era de alta de 0,6%. No ano, a indústria acumula alta de 5,7% e, em 12 meses, também de 5,7%.

O Índice dos Gerentes de Compras (PMI na sigla em inglês) de serviços caiu de 54,9 em outubro para 53,6 em pontos em novembro. O PMI composto caiu a 52 em novembro, ante 53,4 em outubro. 

Os dois resultados ajudam a entender a quantas anda a retomada da economia. Ontem, o PIB do terceiro trimestre recuou 0,1%, indicando enfraquecimento da atividade econômica, com queda especialmente da agropecuária. 

Para 2022, as projeções para o PIB já estão em 0,58%, segundo o último Focus. 

Na quinta (2), o Senado aprovou a PEC dos Precatórios, mas com mudanças significativas do texto, o que exige que passe novamente pela Câmara. A emenda viabiliza o pagamento de R$ 400 mensais do Auxílio Brasil e muda a correção do teto de gastos. 

Exterior

Mercados do exterior operam em alta, apesar dos receios quanto à variante ômicron do coronavírus e do payroll abaixo do esperado.

A folha de pagamentos não-agrícola oficial dos EUA trouxe a criação de 210 mil vagas de emprego em novembro nos EUA, muito abaixo dos 550 mil esperados. Os dados de outubro foram revisados de 531 mil para 543 mil. 

A pesquisa ADP, considerada uma prévia do payroll, indicou 534 mil postos de trabalho no setor privado em novembro. 

Já os pedidos de seguro-desemprego, divulgados ontem, subiram para 222 mil, mas ainda número considerado baixo. 

Na Europa, o PMI de serviços ficou em 55,9 pontos acima da leitura anteior de 54,6, mas abaixo da expectativa de 56,6. O PMI composto, que une serviços e indústria, ficou em 55,4, ante 54,2 anterior e projeção de 55,8 pontos. Já as vendas no varejo subiram 0,2% em outubro e 1,4% na comparação anual, melhor que a projeção de 1,2%. 

Nos EUA, o PMI de serviços de novembro caiu para 58 de 58,7 em outubro. A expectativa do mercado era de 57,2. Já o PMI composto caiu para 57,2 em novembro.

Na China, o PMI de serviços recuou de 53,8 para 52,1. A projeção era 52,6 pontos. 

Ainda na Ásia, a empresa Didi, de transporte privado, vai deixar Nova York menos de seis meses após o IPO e migrar para a bolsa de Hong Kong, devido à pressão do governo chinês.

Ibovespa: ações

As ações da Méliuz (CASH3) lideram as altas no Ibovespa nesta sexta-feira (3). Por volta das 14h20, os papéis da empresa subiam 16,48%.

A Meliuz (CASH3) comunicou um recorde histórico de GMV gerado em um único mês, atingindo R$ 923 milhões em novembro de 2021, um crescimento de 87% contra o mesmo período do ano anterior, quando atingiu R$ 495 milhões.

O número de novos compradores também apresentou um forte crescimento de 82% na base anual.

Em seguida, surge Grupo Soma (SOMA3) que cresce 7,50%.

Depois vem  Locaweb (LWSA3) que cresce 7,41%. Em seguida, surge MRV (MRVE3) que sobe 7,30%.

Por fim, vem Banco Pan (BPAN4) que cresce 6,63%.

Dólar

O dólar tem alta de 0,36%, a R$ 5,6663, por volta das 14h20.

O dólar abandonou as perdas registradas contra o real mais cedo nesta sexta-feira, após um decepcionante relatório de empregos do governo dos Estados Unidos não conseguir reverter expectativas de aperto monetário mais cedo do que o esperado pelo banco central norte-americano, o Federal Reserve (Fed).

*Com Agência Reuters e Agência Estado