Ibovespa se mantém positivo, com dados de atividade e espera por juros

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Divulgação/B3

O Ibovespa avança nesta segunda-feira (14). Às 15h30, subia 0,27%, com 129.810 pontos. A bolsa está apoiada em perspectivas mais positivas para a atividade econômica brasileira e com noticiário corporativo também no radar. Enquanto isso, investidores aguardam reunião do Federal Reserve nesta semana.

O Ibovespa reduziu os ganhos nesta tarde e caiu do patamar dos 130 mil pontos, com a pressão negativa vinda de Nova York (Dow Jones cai 0,74%; Nasdaq  sobe 0,46% e S&P 500 recua 0,26%).

Mas o clima positivo no mercado local tem como principal motivo à expectativa de aceleração da retomada econômica, com a notícia de que o governo de SP antecipou em 30 dias o calendário de vacinação contra covid-19 no Estado.

O boletim Focus do Banco Central passou a projetar a taxa Selic em 6,25% ao ano, no encerramento de 2021. O mercado está de olho na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), com a divulgação dos resultados na próxima quarta-feira (16). Os investidores agaurdam elevação da taxa Selic para o final deste ano.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Para a reunião desta semana, porém, a aposta segue na manutenção do ciclo de alta, com provável novo avanço de 0,75 ponto porcentual da taxa básica de juros. A expectativa para esta reunião é de que a Selic suba a 4,25%.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

O que mais mexe no Ibovespa

O Focus também trouxe alterações para a inflação. Nesta segunda-feira, houve a décima elevação na projeção para o IPCA neste ano, para 5,82%, ante 5,44% da semana anterior. As projeções de alta do PIB se mantiveram pela oitava semana consecutiva, com o mercado esperando agora por um avanço de 4,85% neste ano, ante 3,45% de uma semana atrás.

O BC divulgou hoje o IBC-Br, Índice de atividade econômica, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB). O indicador avançou 0,44% em abril, ante recuo de 1,59% em março.  No entanto, o resultado ficou abaixo da projeção do mercado, que era de alta de 0,55%. Na comparação anual, o IBC-Br subiu 15,92%.

No campo corporativo, reportagem do Valor revela que, com a pandemia, a dívida das empresas atingiu 61,7% do PIB, sendo o maior patamar em dez anos. As pequenas empresas recorreram às linhas emergenciais lançadas pelo governo, enquanto as grandes foram ao mercado de capitais.

Em notícias relacionadas à pandemia, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a prorrogação do auxílio emergencial se daria em mais três meses, dependendo do andar da carruagem da vacinação. A quantidade de parcelas e o valor das mesmas ainda será anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Exterior

Ao longo da semana, o destaque fica por conta da Super Quarta (16), que trará decisões quanto a taxa de juros e manutenção ou não de estímulos tanto no Brasil quanto nos EUA, com decisões de Copom e Fomc.

Nos EUA, as apostas predominantes são de manutenção da política adotada até aqui. O Fed vem alertando que, apesar dos dados econômicos positivos, o mercado de trabalho ainda demanda atenção. E que a inflação em alta é passageira e natural após a crise.

Mesmo diante de um Índice de Preços ao Consumidor (IPC ou CPI em inglês) acima da projeção (5% em 12 meses, o resultado mais alto em 13 anos), as bolsas reagiram bem. Os pedidos semanais de seguro-desemprego vieram pouco acima da projeção na quinta (10), mas mantendo a tendência de queda. O que reforça a posição do Fed.

produção industrial na zona do euro subiu 0,8% em abril, leitura melhor que a projeção de 0,4%. Na base anual, o avanço é de 39,3%, quando a expectativa era por 37,4%.

O bitcoin deve repercutir hoje o anúncio de Elon Musk de que a Tesla vendeu cerca de 10% dos bitcoins em sua posse, mas que estuda aceitar novamente a criptomoeda como pagamento pelos carros, assim que ficar comprovado o uso de energia limpa razoável (de cerca de 50%) no processo de mineração. A cada postagem de Musk, a moeda digital vem sofrendo oscilação.

Ibovespa: ações

As ações da Cogna (COGN3) são a maior alta do Ibovespa nesta segunda-feira (14). Por volta das 13h08, as ações da companhia disparavam, com alta de mais de 10%. As ações foram impulsionadas pelo anúncio do governo de SP de antecipar o calendário de vacinação contra a Covid-19 no estado em 30 dias.

Enquanto isso, as ações de Locaweb (LWSA3) subiam 7,47%. A B2W (BTOW3) vem em seguida, com alta de 5%. BR Malls (BRML3) e Yduqs (YDUQ3) avançavam 4,44% e 3,80%, respectivamente.

Dólar

O dólar tem queda de 1,11% hoje, após fechar a semana anterior em leve queda. A moeda passa a valer R$ 5,0606.

O dia é marcado pelo fluxo de investidores estrangeiros na bolsa. Ouvido pelo Estadão Conteúdo, o diretor-superintendente da corretora Correparti, Jefferson Rugik, não descarta ingressos de estrangeiros também para o mercado de renda fixa. De acordo com Rugik, a causa desse fluxo é por conta das notícias da Selic e a expectativa de alta. Além disso, também há relação com as próximas notícias do Fed, que tende a manter os juros inalterados.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.