Bolsa de valores amplia alta nesta quarta-feira

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

O Ibovespa segue em alta, registrando ganho de 1,56%, aos 105.399,27 pontos nesta quarta-feira (12), às 14h50.

Ainda repercute no mercado o IPCA de 2021, que ficou em 10,06%, acima das projeções, reforçando a expectativa de alta de 1,5 ponto porcentual na Selic na próxima reunião do Copom, marcada para 1 e 2 de fevereiro. 

Vale lembrar que o teto do intervalo de tolerância era de 5,25%. E este foi o maior desvio da meta em quase 20 anos. A inflação subiu no ritmo mais acelerado desde 2015 (10,67%) – governo Dilma Rousseff.

IPCA

Reprodução/BTG

Em carta explicando o furo na meta da inflação, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, culpou a “inflação importada” das commodities, a inércia inflacionária de 2020 e a crise hídrica pelo descumprimento da meta do IPCA. 

Para 2022, a expectativa é de inflação acima de 5%, também estourando a meta. 

Money Week segue hoje com Nobel Paul Krugman

A Money Week Cenários 2022 segue nesta quarta-feira (12) com o Nobel Paul Krugman, Felipe Miranda e comentários de Ettore Marchetti, CEO da EQI Asset, analisando todos os pontos discutidos. 

Ontem, teve Michel Temer e Sérgio Moro.

E você pode conferir tudo sobre o evento clicando aqui. Garanta já sua vaga! 

Mercados do exterior

O dado mais relevante do dia é o Índice de Preços ao Consumidor (IPC ou CPI em inglês), que subiu 0,5% em dezembro (acima da projeção de 0,4%) e 7% na base anual, em linha com o esperado.

Hoje também será divulgado Livro Bege, com dados sobre cada um dos distritos dos EUA. 

Ontem (11), o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, corrigiu expectativas ao apontar que a redução do balanço patrimonial do Fed deve começar daqui “três ou quatro” reuniões do Fomc, comitê de política monetária do país.

O mercado acreditava até então que a redução começaria mais cedo. No entanto, seguem as apostas para subida de juros de 0,25 ponto porcentual em março, com mais dois ou três aumentos ao longo de 2022. 

Na China, os preços ao consumidor subiram 1,5% em dezembro na comparação anual. E os preços ao produtor, 10,3% na mesma base.

Já na Europa, a produção industrial recuou 1,5% em novembro, na comparação anual, com alta de 2,3% na comparação mensal. 

Corporativo

No corporativo, os destaques do dia são:

  • Eletrobras (ELET3; ELET6) deve protocolar oferta de ações na CVM e SEC no 2TRI22.
  • Pague Menos (PGMN3) encerra programa de recompra de ações.
  • Inepar (INEP4) anuncia conversão de debêntures em ações.
  • CSU (CARD3) paga juros sobre capital próprio (JCP) no total de R$ 14 milhões.
  • EDP (ENBR3) anuncia que ajustou o valor por ação de JCP de 0,7886 para R$ 0,7892.
  • CCR (CCRO3) aprova 16ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em duas séries, no montante de R$ 3,416 bilhões.

Veja a cobertura completa do Radar corporativo

Mercados de Nova York

  • Dow Jones: +0,61%
  • S&P: +0,44%
  • Nasdaq: +0,62%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: +0,46%
  • FTSE, Reino Unido: +0,84%
  • CAC, França: +0,59%
  • FTSE MIB, Itália: +0,57%
  • Stoxx 600: +0,73%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: +1,92%
  • Xangai, China: +0,84%
  • HSI, Hong Kong: +2,79%
  • ASX 200, Austrália: +0,66%
  • Kospi, Coreia: +1,54%

Petróleo

  • Brent (dezembro 2021): US$ 84,20 (+0,57%)
  • WTI (novembro 2021): US$ 81,86 (+0,80%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2021): US$ 1.816,95 (-0,09%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 115,87 (+3,07%)