Ibovespa fecha em queda forte de 3,29% em meio a pânico dos mercados com o avanço do coronavírus chinês

Omar Salles
null
1

O Ibovespa fechou em queda forte de 3,29% aos 114.481,84 pontos, em meio ao pânico dos mercados com o surto do coronavírus na China. As ações das empresas que dependem mais do comércio com o gigante asiático, como siderúrgicas e mineradoras, lideraram as perdas. Apenas pela manhã, os investidores perderam R$ 33 bilhões em ações da Vale (VALE3), Petrobras (PETR3 e PETR4), Gerdau (GGBR4), CSN (CSNA3) e Suzano (SUZB3).

Das 73 ações do índice, 67 fecharam em baixa, apenas cinco em alta e uma estável. Com a queda de hoje, o índice passa a ter uma variação acumulada negativa em janeiro e em 2020, de -1,01%. Foi a maior queda do Ibovespa desde março de 2019.

Ações

Apenas cinco ações tiveram alta hoje: das operadoras de telefonia Vivo (VIVT4) e TIM (TIMP3), que avançaram 0,83% para R$ 60,44 e 0,67% para R$ 16,50, respectivamente; da rede de farmácias RaiaDrogasil (RADL3) com +0,81% para R$ 125,00; da concessionária Ecorodovias (ECOR3), que ganhou 0,63% para R$ 19,02; e da Localiza Hertz (RENT3), estável a +0,06% em R$ 51,44. Um relatório de um banco indicou que as duas empresas de telefonia são as candidatas mais fortes a assumirem a parte de telefonia móvel da operadora Oi (OIBR4), que está em recuperação judicial e pode vender os ativos.

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

Já entre as maiores quedas, siderúrgicas e mineradoras e exportadoras: Gerdau (GGBR4) caiu 7,94% para R$ 19,95; CSN (CSN3) recuou 7,78% para R$ 13,75%; Marfrig (MRFG3) caiu 7,27% para R$ 11,22; e Usiminas (USIM5) teve queda de 7,12% para R$ 10,05%. A ação da Vale (VALE3) caiu 6,12% para R$ 50,51, enquanto Petrobras ON (PETR4) recuou 4,33% para R$ 28,03. Via Varejo (VVAR3) caiu 7,33% para R$ 13,90.

Petróleo

Os preços do petróleo tiveram uma forte queda, que derrubou o valor do Brent para baixo dos US$ 60 – o barril do petróleo texano WTI está perto dos US$ 50. O preço futuro do WTI com entrega para fevereiro recuou 1,93% para US$ 53,14 na Nymex, enquanto o Brent para março caiu 2,25% para US$ 59,32. O ouro subiu 0,34% para US$ 1.577,40 a onça-troy.

Dólar

O dólar teve hoje uma forte alta de 0,60%, cotado a R$ 4.209,80 à vista. O dólar futuro subiu 0,64% para R$ 4.210,50.

EUA

Nova York abriu em forte queda, acompanhando a volatilidade dos mercados europeus. O estrategista-chefe do banco Morgan Stanley, Michael Wilson, disse que o maior ajuste do mercado desde outubro do ano passado está em curso. Ele evita usar o termo “correção”, que significaria um corte de 10% no preço as ações.

Wilson afirma que o ajuste em curso deverá ficar ao redor dos 5%, comentou ao site Market Watch. Ações de empresas que dependem muito do mercado chinês, como a Nike e os hotéis Marriott, caíram hoje 4% e 6%, respectivamente, informou a CNBC. Na semana passada o Dow Jones perdeu os 29 mil pontos. Hoje, fechou pouco acima dos 28.500 pontos.

Veja o desempenho dos mercados:

Ibovespa [-3,29%] | 114.481,84 pontos
Dólar futuro [+0,64%] | R$ 4,210,50.
Dow Jones 30 [-1,57%] | 28.533 pontos
S&P 500 [-1,58%] | 3.243 pontos
Nasdaq   [-1,89%] | 9.139 pontos

(Com Wizir)