Ibovespa cai 0,79% no dia; IRBR3 e VALE3 lideram baixa

Joana Kurtz
null
1

Crédito: Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

O Ibovespa fechou em queda de 0,79% aos 113.681,42 pontos. O índice “benchmark” da bolsa brasileira acompanhou os mercados internacionais em um pregão de queda, mais uma vez com notícias sobre o avanço do surto do coronavírus na Ásia derrubando as bolsas ao redor do mundo. O Ibovespa fecha a semana em queda de 0,61% e também está negativo em fevereiro (-0,07%) e no ano (-1,70%).

Das 73 ações do índice, 27 fecharam em alta, 44 em baixa e duas estáveis.

A sessão foi marcada pelo avanço do dólar e pela queda das matérias-primas como o petróleo.

Entre as ações que lideraram a queda, estão os papéis da resseguradora IRB Brasil (IRBR3), que recuaram 5,44% para R$ 32,52; da mineradora Vale (VALE3), que caíram 3,97% para R$ 50,13; da operadora de turismo CVC (CVCB3), que tiveram recuo de 3,71% para R$ 30,88.

As ações das empresas de matérias-primas, companhias aéreas e siderúrgicas tiveram queda. Os papéis das empresas do varejo e de algumas indústrias como a Weg (WEGE3) avançaram. Lojas Americanas (LAME3), que apresentou ontem um balanço sólido, teve alta de 7,68% para R$ 28,90.

Weg (WEGE3), que também publicou balanço com bons resultados nesta semana, avançou 4,86% para R$ 49,80.

Dólar

Após abrir em forte alta e chegar a R$ 4,40 pela primeira vez na história, o dólar reduziu o ímpeto de alta e estava, perto das 14h20, em R$ 4,381, com queda de 0,23%. As cotações seguiram o comportamento de mercados internacionais, ainda muito apreensivos com os efeitos da epidemia de coronavírus.

No final da tarde, a moeda americana fechou a R$ 4,392,70, em leve alta de 0,03%. O dólar futuro fechou em leve queda de 0,08%, cotado a R$ 4.391,50.

O Banco Central não entrou no mercado com contratos de swap a vender a moeda americana. O dólar interrompeu o avanço porque os investidores, com a divulgação de indicadores negativos nos Estados Unidos, passaram a temer uma desaceleração forte nos EUA.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Petróleo

O petróleo fechou a jornada em queda, com os temores de que o surto do coronavírus reduza não apenas o consumo da China, maior importadora da matéria-prima, mas também da Coreia do Sul, outra forte importadora da commodity. O barril do WTI caiu 0,93% para US$ 53,38, enquanto o Brent recuou 1,37% para US$ 58,50. Com a aversão ao risco, o investidor fugiu para o ouro, cujo preço subiu 1,71% para US$ 1.648,80 a onça-troy.

Nova York

A Bolsa de Nova York fechou com queda expressiva nos três principais índices. No final da manhã, a empresa Markit divulgou que o índice de compras (PMI, na sigla em inglês) composto teve em janeiro a primeira contração desde 2013, o que levou Wall Street para o terreno negativo.

O índice Dow Jones 30 perdeu mais de 200 pontos no pregão, fechando com queda de 0,78% no dia e de 1,38% na semana. S&P-500 e Nasdaq também encerraram dia e semana em queda.

Segundo a CNBC News, os investidores partiram para uma venda forte (sell-off) ao redor do meio-dia. O medo de que o surto do coronavírus provoque interrupções mais duradouras na cadeia de suprimentos das empresas levou às vendas.

 

(Colaboraram Claudia Maia, Omar Salles e Wisir Research)

 

Confira o fechamento dos principais índices:

Ibovespa / -0,79% – 113.681,42  pontos

Dólar futuro / -0,08% / R$ 4.391,50

Dow Jones 30 / -0,78% – 28.992 pontos

S&P-500 / -1,05% – 3.337 pontos

Nasdaq / – 1,79% – 9.576 pontos

 

 


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374