Ibovespa avança 1,24% e retoma os 105 mil pontos

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Arte / EQI

Na sessão desta quinta-feira (25), o Ibovespa ganhou força ao longo do dia e fechou o pregão em alta de 1,24%, aos 105.811 pontos. O volume de negócios do dia foi de R$ 21,17 bilhões.

Com menor liquidez devido ao feriado nos EUA, os destaques no país foram os indicadores, sendo o principal o IPCA-15, prévia da inflação, que subiu 1,17% em novembro, a maior variação para este mês desde 2002. No ano, o indicador acumula alta de 9,57% e, em 12 meses, de 10,73%. A projeção era de alta inferior, de 1,14%.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O Índice de Confiança da Construção (ICST), da FGV, caiu 0,8 ponto em novembro, para 95,3 pontos. Esta é a segunda queda consecutiva.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) variou 0,71% em novembro, ante 0,80%, no mês anterior. Com este resultado, o índice acumula alta de 13,68% no ano e de 14,69% em 12 meses.

A Petrobras (PETR3 PETR4) comentou em seu Plano Estratégico pela manhã que vai investir US$ 68 bilhões entre 2022 e 2026. O novo plano de negócios é 23% superior ao anterior (2021-2025).

A Câmara aprovou no final desta tarde o texto-base da medida provisória que instituiu o Auxílio Brasil ‒ programa de transferência de renda que substitui o Bolsa Família ‒ e o Alimenta Brasil ‒ que entra no lugar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O texto agora segue para o Senado.

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • segunda-feira (22): -0,89% (102.122 pontos)
  • terça-feira (23): +1,50% (103.653 pontos) 
  • quarta-feira (24): +0,83% (104.514 pontos)
  • quinta-feira (25): +1,24% (105.811 pontos)
  • semana: -0,06%
  • 2021: -13,53%

Destaques da bolsa

Das 91 ações negociadas na bolsa, 79 subiram e 12 caíram em relação à sessão anterior.

Mais negociadas

EmpresaTickerPreçoOscilação
PETROBRASPETR4R$ 29,70+4,69%
VALEVALE3R$ 70,45-0,75%
BANCO DO BRASILBBAS3R$ 31,70+4,83%
MAGAZINE LUIZAMGLU3R$ 8,73-1,02%
ITAÚUNIBANCOITUB4R$ 23,26+0,95%

Maiores altas

EmpresaTickerPreçoOscilação
BANCO PANBPAN4R$ 12,338,54%
GOLLGOLL4R$ 16,918,47%
CVCCVCB3R$ 16,816,87%
BTG PACTUALBPAC11R$ 21,695,55%
EZTECEZTC3R$ 19,085,30%

Maiores baixas

EmpresaTickerPreçoOscilação
MARFRIGMRFG3R$ 24,452,86%
JBSJBSS3R$ 35,372,45%
INTERMÉDICAGNDI3R$ 68,582,17%
GRUPO NATURANTCO3R$ 27,531,99%
HAPVIDAHAPV3R$ 12,272,08%

Dólar

  • segunda-feira (22): -0,27% a R$ 5,593
  • terça-feira (23): +0,27% a R$ 5,608
  • quarta-feira (24): -0,25% a R$ 5,59
  • quinta-feira (25): -0,53% a R$ 5,565
  • semana: -0,78%

Euro

  • segunda-feira (22): -0,74% a R$ 6,283 
  • terça-feira (23): +0,43% a R$ 6,31
  • quarta-feira (24): -0,70% a R$ 6,26
  • quinta-feira (25): -0,45% a R$ 6,238
  • semana: -1,46%

Criptomoedas*

  • Bitcoin: +4,78% a R$ 327.846,27
  • Ethereum: +7,90% a R$ 25.099,31
  • Tether: +1,91% a R$ 5,57
  • Cardano: +5,46% a R$ 9,45
  • Binance: +10,33% a R$ 3.533,50

*(variação nas últimas 24h – corte: 18h)

Mercados do exterior

As bolsas dos EUA ficaram fechadas nesta quinta-feira por conta do feriado de Ação de Graças. Amanhã (26), funcionam em horário reduzido, quando acontece a Black Friday.

Por lá, dados econômicos revelaram uma recuperação econômica sólida, com PIB crescendo acima do projetado (2,1%) e pedidos de seguro-desemprego caindo ao menor nível desde 1969 (199 mil). Também a renda pessoal subiu 0,5%, quando o mercado esperava 0,2%.

Assim, aumentam as apostas de que o Fed deve acelerar a retirada de estímulos e começar no segundo semestre de 2022 uma subida de juros. Em ata, o Fed admitiu que não é só o mercado que enxerga isso, mas boa parte de seus membros também.

Bolsas mundiais

Nova York

  • Dow Jones: fechada por feriado
  • S&P 500: fechada por feriado
  • Nasdaq: fechada por feriado

Europa

  • Euro Stoxx 50 (Europa): +0,40%
  • DAX (Alemanha): +0,25%
  • FTSE 100 (Reino Unido): +0,33%
  • CAC (França): +0,48%
  • IBEX 35 (Espanha): +0,56%

Ásia e Oceania

  • Shanghai (China): -0,24%
  • Hang Seng HSI (Hong Kong): +0,22%
  • SET (Tailândia): -0,08%
  • Nikkei (Japão): +0,67%
  • ASX 200 (Austrália): +0,11%
  • Kospi (Coreia do Sul): -0,47%

Commodities

Petróleo

  • Brent (janeiro 2022): US$ 82,25 (+0,01%)
  • WTI (janeiro 2022): US$ 78,08 (-0,40%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2021): US$ 1.788,30 (+0,22%)