Ibovespa abre em alta, após “prévia” do PIB acima da expectativa

Joana Kurtz
null
1

Crédito: Freepik

O Índice Bovespa iniciou o pregão com ganhos, impulsionado pela notícia de que o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-BR), que é considerado uma “prévia” do Produto Interno Bruto (PIB), avançou 0,18% em novembro de 2019, na comparação com outubro.

O dado ficou acima da mediana aguardado por analistas, que era de queda de 0,10%.

A surpresa positiva com o IBC-BR vem após a decepção ontem com o resultado das vendas no varejo, que ficou bem aquém das expectativas em novembro, justamente o mês da Black Friday.

Há pouco, o principal índice da bolsa de valores subia 0,39%, aos 116.865 pontos.

Exterior

O Ibovespa também acompanha os ganhos no exterior. Em Nova York, os índices futuros sobem com o otimismo causado pelo balanço do Morgan Stanley, um dia depois do aguardado fechamento da primeira fase do acordo entre Estados Unidos e China.

As ações do Morgan Stanley, por sua vez, subiam por volta de 3% no pré-mercado. O banco divulgou lucro de US$ 2,24 bilhões, ou US$ 1,30 por ação, acima dos US$ 0,99 esperados por analistas.

Ações do Ibovespa

Entre as ações do Ibovespa que mais subiam estava Via Varejo, com cerca de +2%, dando continuidade à oscilação positiva do papel observada nos últimos dias em razão da confiança do mercado nos resultados futuros da empresa.

Os investidores também têm se mostrado otimistas com Marfrig, que subia cerca de 2%.

No noticiário corporativo, a Minerva, que abriu com leves perdas , divulgou dois comunicados ao mercado. A empresa recebeu autorização para exportar carne bovina para à Arábia Saudita, no Oriente Médio. Além disso, aprovou a realização de uma oferta pública subsequente de ações (follow on) que, considerando o fechamento da cotação em 15 de janeiro, de R$ 14,40, somaria R$ 1,368 bilhão.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

A oferta consiste na distribuição pública primária de 80 milhões de novas ações ordinárias e na distribuição pública secundária de 15 milhões de ações ordinárias que são da acionista VDQ Holdings, com esforços restritos de colocação.

A VDQ Holdings era a segunda maior acionista da empresa, com 29,16% das ações, em 13 de dezembro, último dado disponibilizado pela B3. A primeira era a Salic, com 32,9%.

Os recursos da oferta primária serão usados para pagamento de dívidas, enquanto os da secundária serão embolsados exclusivamente pela acionista VDQ.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374