Ibovespa permanece em alta, em linha com mercados internacionais

Marcia Furlan
null
1

Crédito: Apesar da crise, Bolsa americana teve melhor performance desde 1974, diz Tamler da Gap

O Ibovespa se mantém em alta desde a abertura do pregão nesta quarta-feira (29). Às 13h10, subia 1,46%, aos 82.501 pontos. Os investidores seguem o movimento das bolsa de Nova York, que sobem mesmo após a divulgação da prévia do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no primeiro trimestre.

A retração foi de 4,8%, refletindo a paralisação da economia em razão da pandemia do coronavírus. No quarto trimestre de 2019, o PIB dos EUA havia registrado crescimento de 2,1%.

Há entusiasmo no mercado com possíveis resultados positivos de testes com o antiviral Remdevisir, desenvolvido pela farmacêutica Gilead, de acordo com novo relatório divulgado pela empresa. Cerca de metade dos pacientes que tomaram o medicamento contra o Covid-19 deixaram o hospital em duas semanas, informou a CNBC.

Os mercados aguardam com atenção também o pronunciamento à tarde do presidente do Federal Reserve (Fed), o banco central norte-americano, Jerome Powell, sobre a política monetária. Apesar de não haver expectativas quanto a grandes mudanças, os investidores querem saber por quanto tempo a taxa de juros será mantida no patamar atual, próxima a zero.

Os preços do petróleo WTI deram um salto com a divulgação de dados relativos aos estoques menores que o esperado.

Brasil

No Brasil, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, aceitou pedido do PDT e suspendeu a nomeação no novo diretor-geral da Polícia Federal, Alexandre Ramagem, que tomaria posse esta tarde. O pedido aponta desvio de finalidade.

Vale divulgou os resultados do primeiro trimestre do ano, mostrando que reverteu prejuízo de R$ 6,4 bilhões no primeiro trimestre de 2019 para lucro de R$ 984 milhões agora.

Também divulgaram balanços:

  • Minerva: lucro de R$ 271,2 milhões, contra prejuízo de R$ 31,4 milhões
  • Cielo: lucro de R$ 166,8 milhões, -69,4%
  • Weg: lucro de R$ 440 milhões, +43,4%
  • Raia Drogasil: lucro de R$ 152,8 milhões, +45%
  • Romi: lucro de R$ 40,8 milhões, – 53,2%

O dólar é negociado a R$ 5,4279, queda de 1,56%

Ações

Mais negociadas

  • Via Varejo (VVAR3): +0,11%
  • Petrobras PN (PETR4): +3,83%
  • IRB (IRBR3): +10,22%

Maiores altas:

  • CSN (CSNA3): +11,78%
  • Embraer (EMBR3): +5,63%
  • IRB (IRBR3): +10,22%

Maiores quedas

  • Raia Drogasil (RADL3): -3,69%
  • Cielo (CIEL3): -2,87%
  • Taesa Unit (TAEE11): -2,58%

Vamos ao desempenho dos mercados às 13h10.

Nova York 

  • S&P: +2,68%
  • Nasdaq: +3,15%
  • Dow Jones: +2,29%

Petróleo

  • Brent (julho 2020): US$ 24,23 (+6,55%)
  • WTI (junho 2020): US$ 15,84 (+28,36%)

Europa (fechamento)

  • DAX, Alemanha: +2,89%
  • FTSE, Inglaterra: +2,63%
  • CAC, França: +2,22%
  • FTSE MIB, Itália: +2,21%
  • Stoxx 50: +2,18%

Ásia (fechamento)

  • Nikkei, Japão: -0,06%
  • Xangai, China: +0,44%
  • HSI, Hong Kong: +0,28%
  • ASX 200, Austrália: +1,51%
  • Kospi, Coreia: +0,70%