Ibovespa fecha em alta de 3,86%; dólar encerra em R$ 5,67

Marcia Furlan
null
1

Crédito: Reprodução/Pexels

O Ibovespa fechou nesta segunda-feira (27), às 17h, com alta de 3,86%, a 78.238 pontos. O índice operou positivamente ao longo de todo o dia, influenciado pela fala do ministro Paulo Guedes, que reafirmou permanecer no governo Bolsonaro.

Outro fator que também cativou puxou o Ibovespa para cima foi o mercado internacional, que performou bem nesta data.

Quanto à moeda norte-americana, o dólar fechou a R$ 5,672, às 17h, uma alta de 1,49%.

Fator Moro

Os desdobramentos do pedido de demissão do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro e da exoneração do diretor geral da Polícia Federal Maurício Valeixo devem continuar a influenciar o desempenho do mercado brasileiro.

Mas o que pode atenuar o nervosismo é a garantia de manutenção, pelo menos por ora, do ministro da Economia Paulo Guedes, que era considerado a bola da vez após a saída dos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e de Moro. Mais cedo, em coletiva no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro deu essa indicação, ao dizer que “o homem que decide economia no Brasil é um só e se chama Paulo Guedes”.

Guedes também falou e tentou passar otimismo, dizendo que o “mundo vai se surpreender com o Brasil” e que o país vai voltar à estabilidade “brevemente”. Participaram da coletiva ainda a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Também há expectativa com relação ao posicionamento do Congresso, mais precisamente dos presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, que até agora não se manifestaram.

O dólar se mostra bem mais comportado do que na semana passada e é cotado a R$ 5,6368, queda de 0,48%.

Empresas

Na área corporativa, destaque para os papéis da Embraer que tendem a ser bastante penalizados após a Boeing anunciar a desistência da joint na área de jatos comerciais com a companhia no fim de semana.

A empresa brasileira discordou os argumentos apresentados pela gigante norte-americana e estuda recorrer à Justiça em busca de ressarcimento. Às 10h45, a queda da ação na bolsa brasileira era de 12,44%.

A Via Varejo anunciou nesta manhã a aquisição da empresa de tecnologia ASAPLog, o que segundo a empresa irá dar mais um importante passo para sua transformação digital. Os papéis da empresa estavam entre as principais altas do Ibovespa.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

A Hypera, entre as mais baixas, divulgou balanço na noite de sexta-feira, reportando queda de 25% no lucro no primeiro trimestre de 2020.

Hoje ainda, a Neoenergia divulga balanço, após o fechamento do mercado.

Focus

Há pouco, o Banco Central divulgou o Boletim Focus com as previsões para os principais indicadores econômicos brasileiros. Mais uma vez, o mercado reduziu sua estimativa para o PIB em 2020, de -2,96% na semana passada para -3,34% agora. A projeção para a taxa Selic foi mantida em 3%; para o IPCA caiu de 2,23% para 2,20%; e o dólar continua em R$ 4,80.

Mercados

Com relação aos mercados internacionais, o tom é de otimismo com as medidas de reabertura da economia em alguns estados dos EUA e em países da Europa, como Itália, Espanha e França, em razão de dados mais positivos sobre a Covid-19.

Um bom impulso foi dado pelo Banco do Japão que anunciou uma série de medidas para combater o impacto do coronavírus na economia, como a compra de títulos corporativos e do governo.

O petróleo WTI continua sua trajetória de queda, ainda em reação à baixa demanda e estoques elevados. O tipo brent também recua, mas com menor intensidade.

Vamos ao desempenho dos mercados às 10h45.

Ações

Mais negociadas

  • Via Varejo (VVAR3): +9,35%
  • Petrobras PN (PETR4): +0,31%
  • Banco do Brasil (BBSA3): +5,12%

Maiores altas:

  • Via Varejo (VVAR3): +9,35%
  • B2W (BTOW3): +6,96%
  • Lojas Americanas (LAME3): +5,73%

Maiores quedas

  • Embraer (EMBR3): -12,44%
  • Smiles (SMLS3): -5,66%
  • Hypera (HYPE3): -3,07%

Nova York

  • S&P: +1,47%
  • Nasdaq: +1,11%
  • Dow Jones: +1,51%

Petróleo

  • WTI (junho 2020): US$ 12,91 (-23,79%)
  • Brent (julho 2020): US$ 22,79 (-8,14%)

Europa

  • DAX, Alemanha: +2,06%
  • FTSE, Inglaterra: +0,81%
  • CAC, França: +1,39%
  • FTSE MIB, Itália: +2,00%
  • Stoxx 50: +1,67%

Ásia (fechamento)

  • Nikkei, Japão: +2,71%
  • Xangai, China: +0,25%
  • HSI, Hong Kong: +1,88%
  • ASX 20, Austrália: +1,50%
  • Kospi, Coreia: +1,79%