Ibovespa está em queda, em linha com exterior; dólar cotado a R$ 5,40

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pexels

O Ibovespa segue em baixa nesta sexta-feira (29), alinhado com o exterior, registrando às 15h10 perda de 1,23%, aos 85.957 pontos. O dólar comercial está cotado a R$ 5,40, com alta de 0,09%.

Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro recuou 1,5% no primeiro trimestre de 2020 em relação ao último trimestre de 2019. A divulgação foi feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o primeiro trimestre de 2019, a retração foi de 0,3%. O resultado ficou em linha com as projeções do mercado.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a recuperação da economia de forma acelerada vai depender das medidas e esforços que serão empregados daqui para frente. Guedes também disse que o Brasil segue resiliente diante da pandemia.

A fala do ministro aconteceu hoje pela manhã (29) durante uma live realizada pelo BNDES. A retomada pode ser em “V” dependendo da velocidade de resposta da atividade econômica.

“Caímos rápido, e a volta depende de nós mesmos. Falo em (retomada em) V porque os sinais vitais da economia brasileira estão mantidos, mas evidentemente, dependendo de nossa reação por ser um U ou vira um L, virando uma depressão”, disse o ministro.

No campo político, segue a instabilidade gerada pelos atritos entre o presidente Jair Bolsonaro e os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) quanto ao inquérito que investiga fake news.

Ações

Confira as cotações às 11h50:

Mais ativas

  • Usiminas (USIM5): +2,17%
  • Via Varejo (VVAR3): -2,31%
  • Cogna (COGN3): -1,15%
  • Embraer (EMBR3): +7,45%

Maiores altas

  • Embraer ON (EMBR3): +7,45%
  • CSN (CSNA3): +9,57%
  • Bradespar (BRAP4): +3,43%
  • Usiminas (USIM5): +3,33%
  • Cielo (CIEL3): +2,72%

Maiores baixas

  • Rumo (RAIL3): -3,50%
  • Brsakem (CVCB3): -4,48%
  • Totvus (TOTS3): -3,61%
  • MRV (MRVE3): -3,43%
  • Multiplan (MULT3): -3,43

Exterior

No exterior, todas as atenções voltadas para a coletiva de imprensa, em que o presidente norte-americano, Donald Trump, deverá apresentar sanções à China.

Além dos EUA acusarem o governo de Pequim pelo coronavírus e pela crise financeira mundial, agora a autonomia comercial de Hong Kong entra na disputa.

Isto porque o Congresso chinês aprovou uma lei de segurança nacional que promete acabar com a autonomia comercial de Hong Kong, centro financeiro da Ásia.

A China anunciou há pouco que se sanções forem impostas pelos EUA, o país irá reduzir a importação de produtos agrícolas norte-americanos.

Nova York

  • S&P: -0,40%
  • Nasdaq: -0,61%
  • Dow Jones: -0,66%

Europa

  • DAX, Alemanha: -1,66%
  • FTSE, Reino Unido: -2,29%
  • CAC, França: -1,59%
  • FTSE MIB, Itália: -0,84%
  • Stoxx 600: -1,43%

Petróleo

  • Brent: US$ 37,62 (+4,79%)
  • WTI: US$ 35,27 (+4,75%)

 

EQI Investimentos: conheça os benefícios de se ter um assessor