Ibovespa cai em dia de apreensão política; dólar sobe 0,26%

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pexels

O Ibovespa se mantém em baixa nesta sexta (22), caindo 1,13% às 15h, aos 82.073 pontos. O dólar comercial avança 0,26%, cotado nesse horário a R$ 5,56.

O radar do mercado mira, desde a manhã, na decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), de enviar à Procuradoria Geral da República (PGR) três notícias-crimes apresentadas por partidos e parlamentares que querem desdobramentos na investigação sobre a suposta interferência do presidente na Polícia Federal.

Os pedidos de investigação foram feitos na ocasião da saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça.

Ele solicitou também que a PGR analise os pedidos de busca e apreensão dos celulares de Jair Bolsonaro e de seu filho, vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), para perícia, além do depoimento do presidente.

Ainda hoje, Celso de Mello deve anunciar, entre 16h e 17h, se divulga na íntegra ou não o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril no Palácio do Planalto. O conteúdo promete mais instabilidade política.

Reunião com governadores

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro e os governadores realizaram uma reunião virtual em tom conciliador, na qual concordaram com o veto, no projeto de socorro a estados e municípios, ao trecho que autoriza reajustes para servidores públicos. Congelar os salários dos servidores da União, de estados e municípios é “o remédio menos amargo”, nas palavras do presidente. Ele prometeu sancionar o projeto o quanto antes.

O presidente também afirmou que irá libera socorro financeiro de R$ 60 bilhões a estados e municípios, para amenizar os impactos da crise. O montante final é de R$ 125 bi, dividido em duas partes: R$ 60 bilhões em transferência direta de dinheiro da União e outros R$ 65 bilhões, relativos à suspensão de pagamento de dívidas.

Via Varejo

A Via Varejo (VAR3) informou que sua controlada, Lake Niassa, concluiu a aquisição de 100% das ações da startup norte-americana Airfox, com quem tem tinha uma parceria para o banco digital banQi, desde 2018.

A companhia já tinha adquirido em fevereiro 80% do capital da empresa, responsável pelo desenvolvimento da carteira digital da Via Varejo. O objetivo é ampliar a oferta de serviços financeiros. O banQi está presente nas lojas físicas e possui a versão em aplicativo. O valor do negócio não foi informado.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Balanços

Foram divulgados também os balanços de diversas empresas, entre a noite de ontem e hoje, referentes ao primeiro trimestre de 2020, que podem influenciar o comportamento dos papéis:

  • Guararapes (GUAR3) teve prejuízo de R$ 47,5 milhões, revertendo lucro de R$ 29,3 milhões no primeiro trimestre de 2019.
  • Lojas Renner (LREN3) lucrou R$ 10,4 milhões, queda de 93,6%.
  • Usiminas (USIM5) reverteu lucro em prejuízo de R$ 424 milhões.
  • Cogna (COGN3) teve recuo de 85% no lucro, que somou R$ 39,1 milhões.
  • Valid (VLID3) registrou lucro 84,7% menor, para R$ 2,1 milhões.

Veja o comportamento da bolsa às 13h00:

Ações

Mais negociadas

  • Via Varejo (VVAR3): +0,53%
  • Cogna Educação (COGN3): -7,66
  • Petrobras (PETR3): -2,87%
  • Bradesco (BBDC4 ): +1,18%
  • Itausa (ITSA4): +2,99%

Maiores altas

  • Equatorial (EQTL3): +3,53%
  • Rumo (RAIL3): +2,57%
  • Itausa (RAIL3 ): +2,99%
  • CPFL Energia (CPFE3): +1,48%
  • Eletrobras (ELET3): +5,08%

Maiores baixas

  • Cia Hering (HGTX3): -8,03%
  • Cogna Educação (COGN3): -7,66%
  • Lojas Renner (LREN3 ): -7,16%
  • Usiminas (USIM5): -4,83
  • Yduqs Part (YDUQ3 ): -4,30%

Nova York

  • S&P: -0,34%
  • Nasdaq: +1,68%
  • Dow Jones: -0,17%

Europa

  • DAX, Alemanha: +0,07%
  • FTSE, Reino Unido: -0,37%
  • CAC, França: +0,02%
  • FTSE MIB, Itália: +1,34%
  • Stoxx 600: +0,02%

Petróleo

  • Brent (julho 2020): US$ 35,35 (-0,80%)
  • WTI (julho 2020): US$ 33,20 (-2,00%)

Ásia