Ibovespa fecha em alta de 1,49% e dólar sobe a R$ 5,18

Rodrigo Petry
Editor-chefe, com 18 anos de atuação em veículos, como Estadão/Broadcast, InfoMoney, Capital Aberto e DCI; e na área de comunicação corporativa, consultoria e setor público; e-mail: rodrigo.petry@euqueroinvestir.com.
1

Crédito: portalacontecern

O Ibovespa fechou a sessão desta segunda-feira (13) com alta de 1,49%, aos 78.835 pontos, em dia caracterizado pelo baixo volume financeiro, de R$ 17,75 bilhões.

Assim como em Nova York, onde os mercados acionários terminaram sem um sinal definido, a bolsa brasileira teve uma jornada de volatilidade, se firmando no terreno positivo apenas à tarde.

Na mínima, o índice atingiu 76.405 pontos (-1,64%) e, na máxima, 78.835 pontos (+1,49%).

Dólar

Já o dólar registrou valorização de 1,75%, cotado a R$ 5,1823 na compra e a R$ 5,1833 na venda.

Dessa forma, o real acompanhou a desvalorização generalizada das moedas dos emergentes ante o dólar, mas voltou a registrar o pior desempenho entre seus pares.

O Banco Central foi obrigado a fazer um novo leilão extraordinário de swap cambial, por volta das 11h30, para tirar o dólar das máximas, quando atingiu R$ 5,2083.

O órgão vendeu toda sua oferta de 10 mil contratos novos (US$ 500 milhões), mas ainda assim conseguiu apenas um efeito parcial.

Cautela

Após as altas recordes, vistas na semana passada nos mercados acionários, houve um movimento de realização de lucros.

Globalmente, os investidores aguardam o início da safra de resultados corporativos nos EUA – quando os primeiros impactos do novo coronavírus aparecerão nos balanços financeiros.

A partir de amanhã (14), saem os balanços de grandes empresas como JPMorgan, Wells Fargo, Goldman Sachs, Citigroup, Morgan Stanley, BlackRock, Delta Air Line e Johnson & Johnson.

Segundo estimativas da FactSet, reportadas pela CNN Business, os lucros das empresas do S&P 500 devem cair 10% no primeiro trimestre em comparação com o ano anterior.

Brasil

Na política, a votação da PEC do Orçamento de Guerra no Senado, que estava marcada para esta segunda-feira (13), foi adiada para quarta-feira, dia 15 de abril.

O senador Antonio Anastasia (PSD-MG), relator da matéria, apresentará seu parecer na tarde desta segunda, mas o adiamento já foi decidido após reunião entre os líderes da Casa pela manhã.

Conforme a Agência Brasil, o senador Alessandro Vieira entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir a votação.

Apesar de não questionar no pedido o mérito da proposta, que separa cerca de R$ 700 bilhões do orçamento para ações de combate ao coronavírus, o senador questiona as mudanças de pontos da Constituição por meio de votação remota.

Em Brasília, há expectativa em torno da votação do projeto de socorro aos estados e municípios na Câmara dos Deputados, uma proposta alternativa ao Plano Mansueto.

O presidente Rodrigo Maia pode colocá-lo em votação entre hoje e amanhã. Governo e deputados divergem em razão do impacto fiscal que a medida vai causar e passaram o fim de semana em negociação.

Já na economia, o Boletim Focus do Banco Central divulgou nova expectativa de redução do PIB, agora de 1,96%. Na semana passada, o boletim projetava queda de 1,18%. Trata-se na nona revisão para baixo do indicador.

O mercado alterou também a estimativa para o IPCA, que caiu de 2,72% para 2,52%.

Veja o desempenho dos mercados

Mais negociadas

  • Petrobras (PETR4), +0,65%
  • Via Varejo (VVAR3), +5,44%
  • Cogna (COGN3), +6,33%
  • Bradesco (BBDC4), +2,59%
  • BR Malls (BRML3), +0,53%

Maiores Perdas

  • Smiles (SMLS3), -5,52%
  • BTG Pactual (BPAC11), -4,19%
  • Lojas Americanas (LAME4), -2,86%
  • Yduqs Part (YDUQ3), -2,77%
  • Cia Hering (HGTX3), -2,70%

Nova York 

  • S&P: -1,39%
  • Nasdaq: +0,48%
  • Dow Jones: -1,39%

Petróleo

Os investidores digerem os resultados do acordo firmado neste domingo entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados.

Árabes e russos, principalmente, concordaram sobre um corte maciço na produção. Os países do bloco acertaram reduzir a produção em 9,7 milhões de barris por dia. Esta é a maior redução já registrada.

Após o acordo e muita volatilidade, as cotações do petróleo fecharam de forma mista.

  • WTI, -1,45%, US$ 22,43
  • Brent, +1,11%, US$ 31,83

ta-e-ai

Em relatório, a Guide Investimentos destaca que a queda do S&P 500 já repercutindo as expectativas pessimistas com relação à divulgação de balanços corporativos americanos do primeiro trimestre.

“Por mais que as medidas de confinamento social tenham afetado as empresas americanas diretamente apenas a partir do mês de março, a força do choque e a piora antecipada derivada da queda na demanda externa devem resultar em uma piora súbita nos resultados das empresas já no primeiro trimestre do ano”, destacou.

Já o Ibovespa registrou alta na esteira da valorização das commodities, entretanto a dinâmica positiva verificada para o real na semana passada foi interrompida com mais vigor na sessão de hoje.

Diante da expectativa baixista para o PIB, em linha com a nova revisão de retração do Focus nesta segunda-feira, o mercado voltou a elevar suas apostas em torno da continuidade no ciclo de cortes da Selic, pontuou a Guide.