Ibovespa futuro abre perto da estabilidade nesta quinta-feira

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação/B3

O Ibovespa futuro começou a quinta-feira (10) em baixa de 0,08%, aos 101.295 pontos. Ontem, o dia foi de alta depois de quedas sequenciais acompanhando Nova York. O Ibovespa fechou com ganhos de 1,24%, chegando a 101.292,05 pontos.

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), da FGV, que ajusta os aluguéis, avançou com força na primeira prévia de setembro, chegando a 4,41%. Em agosto, o índice ficou em 2,74%, já com avanço em relação ao apurado em julho (2,23%). Comparativamente à primeira prévia de agosto, houve avanço também: na época, o indicador marcava 1,46%. Com este resultado, a taxa em 12 meses pulou de 11,61% para 18,01%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Fipe), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,91% na primeira quadrissemana de setembro. Em agosto, o indicador teve alta de 0,78%.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Exterior

O destaque no exterior fica por conta da decisão do Banco Central Europeu de manter as taxas de juros inalteradas e o programa de compra de títulos de auxílio à pandemia.

Para hoje também são aguardados os novos pedidos de seguro-desemprego dos EUA, que devem ficar novamente abaixo de um milhão de reivindicações semanais. O mercado espera por 846 mil pedidos, ante 881 mil da semana passada.

Veja as cotações às 9h05:

Bolsa Nova York

  • S&P: -0,28%
  • Nasdaq: +0,16%
  • Dow Jones: -0,38%

Bolsa Europa

  • DAX, Alemanha: +0,11%
  • FTSE, Reino Unido: -0,42%
  • CAC, França: -0,19%
  • FTSE MIB, Itália: +0,37%
  • Stoxx 600: -0,35%

Bolsa Ásia

  • Nikkei, Japão: +0,88%
  • Xangai, China: -0,61%
  • HSI, Hong Kong: -0,64%
  • ASX 200: +0,51%
  • Kospi, Coreia: +0,87%

Petróleo

  • WTI (outubro 2020): US$ 37,58 (-1,21%)
  • Brent (novembro 2020): US$ 40,42 (-0,91%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2020): US$ 1.955 a onça-troy (+0,06%)

Minério de ferro