Hospitais dos Estados Unidos veem plasma como promissor contra a Covid-19

Angélica Weise
Jornalista formada pela UNISC e com Mestrado pela UFSM. Escreve sobre tecnologia, política, criptomoedas e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

Os Estados Unidos passam de 300.000 casos positivos de coronavírus e estão em busca de tentativas para diminuir os riscos à saúde da pandemia do coronavírus. Por isso, um programa global para testar se o plasma sanguíneo de pacientes recuperados com coronavírus pode ser usado como tratamento nos Estados Unidos será iniciado, mas precisa de doações de sangue para ter sucesso.

Conforme apontou a reportagem da Folha, aqueles que conseguiram se curar do coronavírus ficam com proteínas produzidas pelo sistema imunológico do corpo para combater um vírus que é conhecido como “plasma convalescente”. É por isso que os primeiros pacientes com coronavírus dos EUA estão sendo tratados com terapia com plasma. Isso funcionará? São necessários testes.

Tratamento com plasma contra a Covid-19

Embora o plasma convalescente (do sangue de pessoas “convalescendo” ou se recuperando de uma doença) tenha sido usado com sucesso em surtos de outras doenças, como poliomielite, sarampo e caxumba, ainda não está claro se ele funcionará para o Covid-19.

É por isso que a AABB, antiga Associação Americana de Bancos de Sangue, divulgou nesta semana diretrizes sobre a coleta de plasma. A Cruz Vermelha americana também lançou um registro online para possíveis doadores.

Para o projeto, o doador e o paciente devem ter o mesmo tipo sanguíneo. O plasma é testado para várias doenças, incluindo Covid-19, HIV e hepatite, para garantir que não possa infectar o paciente. Os riscos da terapia plasmática podem incluir reações no local da infusão ou outras reações alérgicas raras.

A terapia plasmática que fornece plasma repleto de anticorpos de pacientes recuperados para aqueles que ainda lutam contra a infecção (ou de preferência para aqueles com alto risco de infecção), não é um procedimento novo ou particularmente complexo. Mas poderia ser uma arma crítica na luta contra a pandemia.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Tentativas de estudo estão sendo feitas e a torcida para que a ciência consiga vencer é grande. Independente de crença todos estão em busca de uma forma de conter a pandemia do coronavírus.

Na sexta-feira, o número de casos confirmados globalmente ultrapassou 1 milhão, segundo o painel em tempo real da Universidade Johns Hopkins.