Hapvida (HAPV3) movimenta R$ 2,7 bilhões em follow-on;Grupo GPS reduz faixa indicativa de preço no IPO

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A Hapvida (HAPV3) informou que, no âmbito da oferta pública com esforços restritos de colocação (follow-on), foram colocadas 135 milhões de de novas ações (Oferta Primária) e 45 milhões de novas ações (Oferta Secundária), totalizando o montante de R$ 2,7 bilhões.

As ações da referida Oferta foram precificadas a R$ 15,00.

Segundo a companhia, os recursos captados serão destinados para investimento na estrutura atual da Hapvida e de companhias recém adquiridas e/ou em processo de fusão/aquisição.

Quaisquer recursos líquidos remanescentes serão utilizados para o fortalecimento da posição de caixa para a gestão ordinária dos negócios da Companhia.

Grupo GPS reduz faixa indicativa de preço no IPO

Prestes a lançar sua oferta pública inicial (IPO), o Grupo GPS sinalizou que pretende reduzir a faixa de preço de suas ações para o intervalo entre R$ 11,25 a R$ 13,00.

Anteriormente a companhia estimava um valor que ia de R$ 13 a R$ 15,5. No meio da faixa o Grupo GPS levantaria R$ 2,25 bilhões, sendo metade na oferta primária e o restante na oferta secundária.

A companhia atua na prestação de serviços terceirizados como limpeza, segurança, logística indoor, manutenção industrial e outros. Entre seus clientes estão Petrobras (PETR4), Pão de Açúcar (PCAR3) e Braskem (BRKM5).

A oferta é coordenada pelo Itaú BBA e o sindicado inclui Bofa, Goldman Sachs, BTG Pactual (do mesmo grupo de controle da EXAME), Citi e Morgan Stanley.

Vendas do Grupo Carrefour sobem 4,2% no trimestre influenciada pelo mercado brasileiro

O grupo francês Carrefour reportou 18,5 bilhões de euros nas vendas do primeiro trimestre de 2021, alta de 4,2%.

Segundo a companhia, o crescimento foi influenciado, principalmente, pelo desempenho do mercado brasileiro e francês.

No Brasil, as vendas do Carrefour (CRFB3) avançaram 11,6%, sendo que o segmento de varejo subiu 8,6%, desconsiderando a variação cambial.

Já no Atacadão a alta foi de 17,5%, também considerando moeda constante.

Na França as vendas aumentaram 3,5%.