Hapvida (HAPV3) e Notre Dame (GNDI3) confirmam combinação de negócios

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Facebook

A Hapvida (HAPV3) e a Notre Dame Intermédica (GNDI3) comunicaram neste sábado (27) que foi celebrado o acordo de combinação dos negócios das duas empresas.

O acordo prevê a combinação de negócios das companhias mediante incorporação das ações da Intermédica pela Hapvida. O assunto vem sendo discutido no mercado desde 8 de janeiro deste ano, com mais força em fevereiro, impactando as ações de ambas companhias (GNDI3 perdeu 8,23% no segundo mês do ano e HPV3 caiu 9,73%).

Os conselhos de administração de ambras empresas autorizaram a assinatura do acordo e ratificaram a celebração do Protocolo e Justificação da Incorporação de Ações e de Incorporação de Sociedade, com o descritivo dos termos e condições aplicáveis à operação.

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

Assembleias gerais extraordinárias foram convocadas para realização em até 30 dias.

“Se consumada, a operação resultará na criação de uma das maiores empresas provedoras de soluções de saúde verticalizadas do mundo”, explicam as empresas, em comunicado ao mercado.

Ainda segundo o comunicado, “a combinação de negócios entre as companhias baseia-se em fundamentos estratégicos como a possibilidade de
integração da vasta gama de produtos, estruturas hospitalares, recursos e soluções de saúde a benefícios dos seus clientes”.

Além disso, permite a “redução dos custos operacionais por meio do compartilhamento das melhores práticas e otimização dos processos da companhia combinada”.

“A relação de troca considera o preço médio ponderado por volume das ações da GNDI e da Hapvida na B3 no período dos 20 dias de negociação imediatamente anteriores ao dia 21 de dezembro de 2020, acrescido de um prêmio de 15% sobre o preço médio de cotação das ações da GNDI no mercado”, informa comunicado.

Dividendos

Os acionistas da Intermédica vão receber R$ 5,2490 por ação ordinária mais R$ 6,45. A Hapvida passa a ter 53,6% da companhia combinada e a Intermédica, 46,4%.

Sujeito à consumação da operação e adicionalmente à distribuição de dividendos mínimos obrigatórios, observados os parâmetros e ajustes definidos pelas partes no acordo, a GNDI poderá distribuir dividendos aos seus acionistas no valor total de até R$ 4 bilhões, dependendo de certas condições.

A proposta será enviada ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) em até 45 dias. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) também precisa aprovar a composição.

Lojas Americanas (LAME4): BlackRock passa a deter 4,97% do total de ações preferenciais

A Lojas Americanas (LAME4) recebeu comunicado que a BlackRock alcançou 4,97% das ações preferenciais da companhia, ou 60.954.118 LAME4, e 750.080 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações preferenciais, com liquidação financeira, representando aproximadamente 0,06% de ações preferenciais.

A investidora norte-americana, porém, salienta que não há qualquer intuito de alterar a composição de direito de voto ou compra e venda de valores mobiliários emitidos pela empresa brasileira.