Hapvida (HAPV3) tem alta de 16,7% no lucro no 3TRI para R$ 247,8 mi

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/ Hapvida

A Hapvida (HAPV3) registrou lucro líquido de R$ 247,8 milhões no terceiro trimestre de 2020, um aumento de 16,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Conforme a companhia, o resultado é fruto principalmente da redução da sinistralidade e menores custos e despesas relacionados ao ressarcimento ao SUS.

A margem líquida foi de 11,7%, baixa de 4,5 pontos percentuais.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O número de beneficiários de saúde e odonto atingiu 6,4 milhões no trimestre, alta de 56,9% na comparação anual.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 20,5 milhões no trimestre.

As despesas administrativas somaram R$ 200,6 milhões, crescimento de 52,1% na comparação anual.

Ebitda dispara 93,8%

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 512,2 milhões no terceiro trimestre de 2020, uma elevação de 93,8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

A margem Ebtida atingiu 24,1% no terceiro trimestre de 2020, queda de 4 pontos percentuais na comparação anual.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 2,126 bilhões no período, um aumento de 61,6% em relação ao mesmo período de 2019.

De acordo com a empresa, o resultado foi influenciada, principalmente: por R$ 523 milhões do Grupo São Francisco, R$ 73,7 milhões do GA (jul e ago/20) e R$35,6 milhões da RN Saúde; aumento de 7,6% no ticket médio de planos médicos; e pelo aumento de 2,3 milhões na base de beneficiários saúde e Odonto (1,8 milhão advindos do Grupo São Francisco, 235 mil vidas do Grupo América, 221 mil vidas do Hapvida e 39 mil da RN Saúde).

Investimentos

O Capex decorrente de adições ao imobilizado e intangível totalizou R$122,8 milhões no trimestre em função, principalmente, de investimentos na rede própria, incluindo 2 hospitais (Lauro de Freitas na Bahia e Mário Palmério em Minas Gerais), 11 clínicas médicas, 2 prontos atendimentos e 8 unidades de diagnóstico.

Dívida

A Hapvida encerrou o terceiro trimestre com saldo de R$ 2,005 bilhões composto da captação da sua primeira debênture.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em -0,9 vez no final do trimestre.

Confira os principais destaques do balanço:

 

Para participar da nova edição da Money Week, de 23 a 27 de novembro, inscreva-se

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.