GPS adquire Loghis Logística; Assai (ASAI3) convoca AGE para votar desdobramento

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

A GPS Participações (GGPS3) adquiriu a Loghis Logístic pelo valor de R$ 23 milhões.

A empresa adquiriu a totalidade de ações de emissão da empresa de logística por meio da In-Haus Serviços Industriais e Logística, controlada da GPS.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Além dos R$ 23 milhões, está previsto o pagamento de um valor adicional, condicional e limitado, a ser pago caso a Loghis apresente o desempenho acordado em contrato, a ser apurado no período compreendido entre 1º de outubro de 2021 e 30 de setembro de2022

Assai (ASAI3) convoca AGE para votar desdobramento

A Assai (ASAI3) convocou para 11 de agosto uma Assembleia Geral Extraordinária para votar o desdobramento de ações da empresa.

Estará em pauta a aprovação de cada ação de emissão da companhia ser desdobrada em 5 (cinco) ações da mesma espécie, sem alteração no valor do capital social atual da companhia.

Rio Alto vence leilão de energia

A Rio Alto comunicou que foi vencedora dos leilões de Energia Nova A-3e A-4 de 2021, realizados pela ANEEL e anunciados pelo Ministério de Minas e Energia nesta quinta-feira (08).

O leilão diz respeito à compra de energia elétrica proveniente de empreendimentos novos de geração a partir de fontes hidrelétrica, eólica, solar fotovoltaica e térmica a biomassa.

O início de suprimento para o Leilão A-3 é em 1º de janeiro de 2024 e para o Leilão A-4, em 1º de janeiro de 2025.

Aura (AURA33) interrompe operação em Honduras

A Aura (AURA33) decidiu interromper temporariamente suas operações em Honduras.

A empresa afirma que as operações de sua mina de San Andres, em Honduras, foram interrompidas como resultado de bloqueios ilegais realizados por um pequeno grupo de indivíduos de uma comunidade local.

Uma investigação está sendo conduzida com o objetivo de entender suas demandas. A companhia também está trabalhando com as autoridades locais para retomar as operações em segurança e manterá o mercado informado de quaisquer evoluções relevantes.

Neste momento, a empresa afirma que não irá alterar suas projeções operacionais e financeiras para o ano como resultado de tal suspensão das operações da mina de San Andres.

Fitch rebaixa ratings da AES Tietê (AESB3) para AA(bra)

A Fitch Ratings rebaixou o rating Nacional de Longo Prazoda AES Tietê Energia S.A. (AESB3) e de sua nona emissão de debêntures para AA(bra), de AA+(bra). A perspectiva do rating corporativo é estável.

O rebaixamento reflete a deterioração da estrutura de capital da AES Tietê, decorrente do impacto negativo do cenário hidrológico mais desafiador sobre o seu balanço energético. A empresa deverá apresentar um pico de alavancagem financeira líquida em 2021 e tem como desafio melhorar seu perfil financeiro nos anos seguintes.

O rating reflete o significativo porte da AES Tietê em geração de energia e a necessidade de administrar a amortização de sua dívida e o pagamento de robustos dividendos até que grande parte de suas concessões vença.

A análise considera a AES Tietê e suas subsidiárias de forma isolada em relação à sua controladora, AES Brasil Energia S.A. (AES Brasil), embora uma deterioração da qualidade de crédito desta possa limitar o seu rating.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.