GPC (GPCP3) tem alta de 95,3% no lucro no 3TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

A GPC Participações (GPCP3), com atuação nos segmentos químico, com foco na indústria madeireira e aço, reportou nesta sexta-feira (16) lucro líquido de R$ 25,6 milhões no terceiro trimestre de 2020.

Isso representa uma elevação de 95,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

“No 3º trimestre de 2020 pudemos observar o aumento de demanda, em comparação com o mesmo período de 2019,tanto no segmento Químico quanto no segmento Aço. Este aumento impulsionou o crescimento da receita e do lucro bruto, uma vez que ocorreu uma maior diluição dos custos fixos e aumento de escala”, disse a companhia.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Ebtida sobe 37,1%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 48,5 milhões no terceiro trimestre de 2020, um aumento de 37,1% na comparação com igual período de 2019.

Já a margem Ebtida da GPC ficou em 16,8% no trimestre, alta 0,4 ponto percentual.

O Ebtida ajustado totalizou R$ 43,3 milhões, crescimento de 27,5% na comparação anual.

Enquanto isso, a margem Ebtida ajustado atingiu 15%, queda de 0,8 p.p.

Receita avança

A receita líquida da GPC somou R$ 288,1 milhões, alta de 34,1% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

O lucro bruto subiu 19,8% no período, atingindo R$ 59,8 milhões.

Conforme a GPC, apesar dos efeitos adversos ocasionados pelo Covid-19, o incremento ocorreu devido ao aumento no volume de vendas e ao aumento de margem bruta.

A margem bruta ficou em 20,7%, baixa de 2,5 pontos percentuais.

Investimentos

A GPC realizará um investimento estimado em R$ 25milhões nos próximos meses, em Araucária (PR).

O investimento adicionará mais de 160.000 toneladas por ano de capacidade de produção de resinas do Segmento Químico.

Dívida da GPC

A dívida líquida da GPC encerrou o terceiro trimestre em R$ 271,5 milhões, uma redução de 24%.

A alavancagem financeira, medida pela dívida líquida / Ebtida, ficou em 2,1 vezes no final do terceiro trimestre. Um ano antes, a alavancagem era de 4,4 vezes.

Veja os destaques do balanço da GPC: