GPA projeta investimentos de até R$ 1,8 bi em 2020 e abertura de dez novas lojas do Pão de Açúcar

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Em comunicado divulgado nesta quarta (11), a GPA, gigante do comércio varejista controlada pelo grupo francês Casino, e dona de várias das principais marcas do setor no Brasil, como o Pão de Açúcar, o Extra, o Compre Bem e o Assaí,  projeta investimentos de R$ 1,6 bi a R$ 1,8 bi para 2020. A empresa tem faturamento de R$ 71 bilhões, número consolidado em setembro último.

O grupo informou que pode vender até 10 lojas do hipermercado Extra com margem abaixo da média. E estima de 5 a 10 aberturas de rede Pão de Açúcar em 2020 – serão outras 40 nos próximos três anos, com foco em São Paulo. Hoje o grupo possui 150 mil funcionários na América do Sul e mais de 1500 lojas espalhadas pelo continente

A companhia pretende, ainda, abrir a primeira unidade do Assaí fora do Brasil, na Colômbia, após a incorporação da colombiana Almacenes Éxito.

Venda de dez lojas do Extra

No plano do grupo está ainda a abertura de 50 mercados Minuto Pão de Açúcar. Atualmente existem 185 supermercados Pão de Açúcar.

O grupo anunciou, porém que pode vender até 10 lojas do hipermercado Extra com margem abaixo da média. Além isso, 25 unidades do Extra vão ser convertidas em supermercados Assaí.

Destaque para o Assaí

Os supermercados Assaí se tornaram a principal fonte de expansão do grupo nos últimos ano. São responsáveis por mais de metade do faturamento do grupo: a marca, hoje com receitas de 28,9 bilhões de reais nos últimos doze meses, deve gerar 50 bilhões nos próximos dois anos.

São 153 lojas Assaí em 2019. O formato deu e irá atingir novos mercados em 2019, com destaque para a primeira inauguração do Assai na Colômbia. A operação será realizada com a Éxito, grupo colombiano que também pertence ao Casino, o controlador francês do GPA.