GPA (PCAR3): pedido de listagem do Assaí (ASAI3) na B3 foi aceito

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Foto: Divulgação/GPA

GPA (PCAR3) informou nesta sexta-feira (19) que o pedido de listagem do Assaí (ASAI3) na B3 e na NYSE foi deferido.

As listagens acontecem no contexto da reorganização societária de GPA e de Sendas.

A operação compreendeu a cisão parcial da Sendas com a segregação da participação de Sendas em Almacenes Éxito  para o GPA e a transferência de certos ativos operacionais, com a incorporação do acervo cindido pelo GPA.

Conheça planilha que irá ajudar nas escolhas, gestão e diversificação de suas ações

Além disso, houve a cisão parcial do GPA, com a segregação da totalidade da participação acionária que o GPA detém em Sendas e a entrega das ações de emissão de Sendas de propriedade do GPA aos acionistas do GPA.

No âmbito da Cisão, cada detentor de ações ordinárias da CDB receberá uma ação ordinária de Sendas para cada ação ordinária da CDB detida no final do pregão em 26 de fevereiro de 2021.

A partir de 1ºde março de 2021, espera-se que as ações ordinárias da Sendas iniciem a negociação na B3 sob o ticker “ASAI3”. Nessa data, as ações ordinárias da CDB serão negociadas na B3 “ex-distribuição”.

Conforme o GPA, a reorganização visa liberar o pleno potencial dos negócios de cash & carry explorado sob a marca Assaí das demais atividades de varejo tradicional, permitindo que operem de forma autônoma, com administração separada e foco nos seus respectivos modelos de negócios e oportunidades de mercado.

Após a conclusão da operação, a Sendas será o maior pure player no segmento de cash & carry brasileiro de alto crescimento, com cerca de 185 lojas (no final de 2020) com atuação nacional.

Enquanto o GPA, junto com Éxito, será uma das maiores plataformas de varejo alimentar na América Latina, com mais de 1.300 lojas em 4 países do continente, excluindo postos e drogarias, com significativa participação de mercado e marcas fortes no Brasil e na Colômbia (Extra, Pão de Açúcar, Exito, Carulla, entre outras).