Governo prevê dólar a R$ 4 em 2020 e aumenta projeção do PIB

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Divulgação

A alta do dólar parece ter chegado para ficar de uma vez por todas no cenário da economia brasileira. Tanto que o governo anunciou, na terça-feira (26), alteração na previsão média para a moeda norte-americana em 2020: passou de R$ 3,80 para R$ 4,00.

O relatório do ministério da Economia também apresentou números novos em relação às projeções para o PIB (Produto Interno Bruto) do País a partir de janeiro do próximo ano.

Agora, o crescimento que antes estava previsto para 2,17%, passou para 2,32%, enquanto a taxa de inflação, que estava em 3,9%, foi reduzida para 3,5%.

O Ploa (Projeto de Lei Orçamentária Anual) confirmou ainda a redução na previsão do salário mínimo para os próximos 12 meses, passando de R$ 1.039,00 para R$ 1.031,00, o que acarretará em uma economia de R$ 320 milhões para cada R$ 1.

Projeções finais para 2019

Antes da divulgação dos dados do Ploa pelo ministério da Economia, especialistas consultados pelo Banco Central haviam apontado uma projeção de variação do dólar para R$ 4,10 até o término de 2019.

Segundo as fontes consultadas pelo ministério, a projeção do PIB para este ano subiu de 0,92% para 0,99%, enquanto a inflação final subiu de 3,33% para 3,46%, consumando o terceiro aumento seguido do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).