Governo Jair Bolsonaro é aprovado por 37%, aponta pesquisa Exame Ideia

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Foto: Jair Bolsonaro

A avaliação do governo Jair Bolsonaro segue positiva e a aprovação supera a desaprovação. O governo foi aprovado por 37% da população como ótimo/bom. Outros 33% avaliam a gestão federal como ruim/péssima, e 27% tem avaliação regular. Os dados foram divulgado nesta quarta-feira (11) pela Exame Research.

A situação é parecida com a última pesquisa, divulgada em 23 de outubro.

A pesquisa Exame Ideia foi feita em todo o território nacional pelo telefone, entre os dias 2 e 5 de novembro. Foram entrevistadas 1.200 pessoas, com margem de erro de 3%.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Quando questionados se aprovam a maneira como Jair Bolsonaro está lidando com seu trabalho como presidente 38% das pessoas fizeram uma avaliação positiva. Por outro lado, 33% desaprovam e 27% não aprovam nem desaprovam.

Avaliação do governo Jair Bolsonaro em 11/11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maioria vai votar nas eleições

A pesquisa também avaliou a intenção de eleitores de comparecerem às urnas no próximo domingo, quando ocorre o primeiro turno das eleições municipais.

A maioria dos brasileiros (73%) diz que vai votar mesmo com a pandemia.

Mas outros 10% afirmaram que não vão votar independente da pandemia e 7% talvez não vá votar por conta da pandemia.

A maioria (57%) já definiu o candidato a prefeito de suas cidades. Mas 37% ainda não escolheram.

Pior da pandemia já passou, avaliam brasileiros

Sobre a atual situação da pandemia de coronavírus no Brasil, a percepção da maioria (43%) é de que a situação é grave, mas está sob controle.

Para 36%, a situação ainda deve piorar em breve. E outros 18% acreditam que o pior já passou e em breve haverá melhoras.

Situação financeira regular

Mais da metade da população (52%) afirmou que a situação financeira da família está regular.

A pesquisa mostrou ainda que 24% consideram que a situação financeira da família está boa, e 17% consideram ruim. Outros 3% consideraram ótima e mais 3% disseram que está péssima.

Questionados sobre como deverá estar sua situação financeira e de sua família nos próximos seis meses, os brasileiros foram positivos. Do total, 47% acredita que estará melhor com as finanças e 41% disseram que não estará nem melhor nem pior. Mas outros 4% acreditam que estará pior e 3% afirmou que estará muito melhor.

Black Friday

Apesar disso, as pessoas estão cautelosas para gastar neste momento. Questionados se vão comprar algo na Black Friday, que se realiza no final do mês, 46% disseram que não vão comprar nada.

A maioria, 51%, disse que não tem dinheiro para gastar neste momento com a Black Friday. Mas 24% disseram que vai priorizar o pagamento de contas do lar, outros 21% vão guardar dinheiro.

As contas de consumo como luz, água, gás e telefone foram os gastos que mais impactaram as famílias (83%), seguido das compras de alimentos (76%), fatura de cartão de crédito (45%) e pagamento de dívidas (45%).

Em relação ao custo de vida atual comparado com o nível pré-pandemia, grande parte diz que o custo de vida aumentou pouco (32%), aumentou muito (27%) ou não mudou (19%).

 

Quer saber como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para auxiliar na sua trajetória de investimentos

Para participar da nova edição da Money Week, clique aqui e inscreva-se