Governo italiano deverá assumir controlo da Alitalia

Osni Alves
Jornalista (2007); Especializado em Comunicação Corporativa e RP (INPG, 2011); Extensão em Economia (UFRJ, 2013); Passou por redações de SC, RJ e BH (oalvesj@gmail.com).
1

Crédito: Weslley Almerindo/Alitalia

O governo italiano deverá assumir o controle total da Alitalia, maior companhia aérea daquele país. A empresa enfrente problemas financeiros há anos.

Para dar novo fôlego à companhia, o governo injetou 400 milhões de euros no início deste ano. Mesmo assim, a empresa não conseguiu se alavancar.

Por conta do desequilíbrio financeiro aliado à crise do coronavírus no país, o governo cogita assumir o controle total da companhia.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

Isso porque a empresa estava para ser vendida, mas o impacto do vírus em solo italiado, fez com que os potenciais compradores desistissem do negócio. A informação é da Reuters.

Os diretores da companhia não comentaram o assunto.

Alitalia UE

Colapso do tráfego aéreo

Ministra dos Transportes, Paola De Micheli disse este mês que o Governo queria acelerar o processo de venda após a disseminação do vírus, o que levou ao colapso do tráfego aéreo.

“Dadas as difíceis condições do mercado, é improvável que a União Europeia se oponha a uma intervenção do Estado na companhia aérea, que atualmente emprega 11 mil pessoas.”

Já o jornal La Repubblica revelou ontem (15) que Roma planejava intervenção imediata a favor da indústria dos transportes aéreos no valor de 500 milhões de euros, seguida de outras medidas no valor de três milhões de euros, que ajudariam a nacionalizar a Alitalia.