Governo central registra déficit primário R$ 9,88 bi em agosto

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Foto: Filipe Castilhos/Sul21.com.br

O Governo Central registrou déficit primário de R$ 9,880 bilhões no mês de agosto, conforme dados divulgados pelo Tesouro Nacional. Esse foi o melhor resultado para o mês desde 2015.

O resultado também foi melhor que a mediana das estimativas (déficit de R$ 15,4 bilhões) dos analistas ouvidos pela Broadcast, que variavam entre -R$ 48bilhõs e -R$ 9,7 bilhões.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

No acumulado de 2021, o déficit do Governo ficou em R$ 83,312 bilhões, o melhor desempenho desde 2019.

Déficit do Governo em 12 meses atinge R$ 236,2 bilhões

O Tesouro também anunciou que o Governo Central registrou superávit primário (incluindo o resultado do BC) de R$ 5,955 bilhões no mês passado.

O déficit primário do INSS foi de R$ 15,815 bilhões, e o déficit do BC, de R$ 20 milhões em agosto.

Nos últimos 12 meses, o déficit primário do Governo Central atingiu R$ 236,2 bilhões, o equivalente a 2,7% do PIB.

De acordo com o Tesouro, o resultado de agosto corrobora a tendência de melhora fiscal consistente. As receitas apresentaram elevação alta real de 13,1% em agosto, enquanto as despesas tiveram queda real de 41,2%.

As despesas sujeitas ao teto de gastos cresceram 3,5% no acumulado do ano até agosto, abaixo do limite para 2021, que é de 5,9%.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo