Cias médias têm metade do excesso financeiro de grandes

Rodrigo Petry
Editor-chefe, com 18 anos de atuação em veículos, como Estadão/Broadcast, InfoMoney, Capital Aberto e DCI; e na área de comunicação corporativa, consultoria e setor público; e-mail: rodrigo.petry@euqueroinvestir.com.
1

Crédito: Freepik

Em meio à parada nas operações de várias atividades econômicas por conta do Covid-19, um estudo da Oscar Malvessi Consultoria em Valor aponta que as médias empresas têm cerca de metade do excesso financeiro das grandes.

Isso, na avaliação do estudo, representa, em termos comparativos com as empresas maiores, a necessidade de mais 46% de recursos em dias.

Dessa forma, conforme o levantamento, ao considerarmos a parada forçada pelo Covid19, percebe-se que o excesso financeiro tende a desaparecer bem antes de um mês sem atividades, entre as médias empresas.

“Portanto, as empresas (médias) não terão mais recursos para iniciar e dar continuidade nas suas operações”, avalia o estudo assinado pelo professor da FGV Oscar Malvessi.

O excesso financeiro se caracteriza pela diferença entre os ciclo de disponibilidades e o capital de giro operacional das empresas.

A amostra considera o comportamento histórico de 144 empresas que compõem o índice do IGC da B3, entre os anos de 2010 e 2018.

Médias têm metade do excesso

Considerando apenas o ano de 2018, o ciclo de disponibilidades das empresas foi em média de 61 dias, enquanto a necessidade de capital de giro operacional atingiu 41 dias, o que representa um excesso financeiro de 20 dias.

No melhor dos anos, em 2016, o excesso chegou a 28 dias, enquanto no pior, em 2012, recuou a 4 dias.

Veja a série histórica:

oscar-1-min

Fonte: Oscar Malvessi – Consultoria em Valor

Da amostra acima, conforme o estudo, foram excluídas empresas com ciclo de capital de giro operacional negativo.

Grandes têm maior excesso financeiro

Enquanto isso, as de grande porte consideradas no estudo demonstram ter maior capacidade de se financiar.

“Também possuem maior poder de compra atuando no mercado de maneira que for lhe favorecer” destaca o estudo.

Conforme a análise de Malvessi, este conjunto de companhas são mais eficientes na gestão do capital de giro, com os estoques, na forma de vender e receber; versus o poder financeiro na hora de comprar de fornecedores e prestadores de serviços.

Veja a série histórica:

oscar-2-min

Fonte: Oscar Malvessi – Consultoria em Valor

“Constata-se, na amostra, que 21% das empresas possuem ciclo de capital de giro operacional negativo. No conjunto desses fatores, essas empresas demonstram um maior ciclo em dias de ‘excesso financeiro'”, pontuou o estudo.

ta-e-ai

Segundo a pesquisa, pelo histórico, embora com oscilações, “sabe-se que em operações normais (de médias empresas) e sem descontinuidade, o excesso financeiro é normal e está sob controle”.

Mas, em meio às paradas, contata-se que as médias necessitam bancar recursos financeiros de suas operações.

Entretanto, o comportamento nas empresas maiores é diferente.

Embora também precisem de recursos financeiros para bancar suas operações, o excesso financeiro das grandes é de 40 dias, o dobro das empresas médias.

Conforto?

Apesar de o excesso financeiro, em princípio, aparentar um conforto, com a parada forçada pela crise do Covid19, haverá um impacto, de forma relevante, na cadeia de valor das suas atividades e nas pessoas relacionadas.

Conforme o estudo, ao se travar um tipo de atividades, se repercute financeiramente nas empresas pequenas, de serviços, autônomos e em todas pessoas envolvidas.

“Concluímos que a sobrevivência das pessoas depende da continuidade das operações de todas empresas, sejam elas do tamanho que for.”

Conceitos:

  • Ciclo de disponibilidades: representam os recursos financeiros como o dinheiro em caixa, depósitos bancários e aplicações financeiras, em dias de disponibilidade;
  • Capital de giro operacional: são os dias da operação de uma empresa. Significa os dias de recebimentos em ativos circulantes operacionais, descontados dos dias de pagamentos dos passivos circulantes operacionais;
  • Excesso financeiro: diferença em dias entre o ciclo de disponibilidades menos o capital de giro operacional.