Gol (GOLL4) tem queda de 47,6% na demanda em outubro

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Gol

A Gol (GOLL4) anunciou que a demanda (RPK) para voos foi de 1,805 milhões em outubro deste ano, queda de 47,6% na comparação anual, conforme sua prévia operacional divulgada nesta quinta-feira (5).

Enquanto isso, a oferta (ASK) atingiu 2,316 milhões, um recuo de 45% em relação à outubro do ano passado.

A taxa de ocupação da Gol em outubro alcançou 78%, queda de 3,8 pontos percentuais na comparação com igual mês de 2019.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

O número de decolagens totalizou 11.256 no mês, redução de 48,3% na comparação com igual período.

A Gol operou uma média de 363 voos por dia em outubro.

A companhia reabriu três bases (Carajás, Cruzeiro do Sul e Fernando de Noronha) e adicionou 1.932 operações.

Na comparação com setembro

No mercado doméstico, a demanda (RPK) para voos subiu 34% em relação à setembro de 2020.

Já oferta (ASK) da Gol teve elevação de 37% em comparação com o mês anterior.

A taxa de ocupação da Gol atingiu 78% em outubro. A Gol não realizou voos internacionais durante o mês.

Prejuízo bilionário

A Gol (GOLL4) reportou prejuízo líquido de R$ 1,71 bilhão no terceiro trimestre deste ano, contra perdas de R$ 242 milhões no mesmo período do ano passado. Isso representa um crescimento de 7,1 vezes no prejuízo.

O Ebitda foi negativo em R$ 204 milhões, revertendo um Ebitda positivo de R$ 1,14 bilhão um ano antes.

Já o Ebtida ajustado foi negativo em R$ 284,1%, uma queda de 75,1%.

A margem Ebitda atingiu 29,1% no trimestre, baixa de 1,6 ponto percentual na comparação anual.

A receita operacional líquida totalizou R$ 974,9 milhões, queda de 73,7% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

Projeções

Ao final de dezembro deste ano, a GOL espera atingir cerca de 80% da capacidade total de 2019.

A Gol espera terminar dezembro com uma média de 94 aeronaves operando na malha, representando mais de 75% da frota operacional no mesmo período do ano passado, mantendo a consistência de sua taxa de ocupação de aproximadamente 80% no trimestre.

A companhia estima operar uma frota média de 92 aeronaves, que representará 78% da frota média operada no mesmo trimestre do ano passado.

Espera-se que a receita do trimestre a findar-se em 31 de dezembro de 2020 aumente aproximadamente 130% comparada com o trimestre findo em setembro de 2020.

A GOL espera encerrar o ano com R$ 2,4 bilhões em liquidez e R$13,1 bilhões em dívida líquida ajustada.

Quer saber como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para auxiliar na sua trajetória de investimentos