Gol (GOLL4) tem queda de 60% na demanda e oferta em setembro

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Gol

A Gol (GOLL4) registrou uma queda de 60% na oferta (ASK) e de 60,6% na demanda (RPK) em setembro em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com dados preliminares divulgados nesta segunda-feira, 5, pela Companhia.

Na base anual, a taxa de ocupação recuou 1,3 ponto porcentual e ficou em 81,2%.

No mercado doméstico, a demanda caiu 54,4% e oferta diminuiu em 53,3%. Enquanto a taxa de ocupação foi 82%, queda de 2,1% sobre o mesmo mês do ano passado.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

Fonte: Gol

Já no comparativo com o mês de agosto, o mercado doméstico apresentou avanço de 36% na demanda. A oferta aumentou em 35% em comparação com o mês anterior. A taxa de ocupação da Gol foi 80% em setembro.

A Gol informou ainda que não realizou voos internacionais durante o mês de setembro.

Por fim, a Companhia destacou que durante o mês de setembro, operou uma média de 270 voos por dia. Além disso, reabriu três bases (Juiz de Fora, Londrina e Presidente Prudente) e adicionou 1.383 operações nos aeroportos de Guarulhos e Congonhas (São Paulo), Santos Dumont e Galeão (Rio de Janeiro), Fortaleza (Ceará) e Salvador (Bahia).

CCR (CCRO3) registra queda de 1,3% no tráfego

O tráfego nas rodovias das concessionárias controladas pela CCR registrou queda de 1,3% entre os dias 25 de setembro e 1º de outubro na comparação com o mesmo período do ano passado.

A circulação de veículos de passeio caiu 9,4%, mas de comerciais cresceu 5,1%.

Nesse ano até 1º de outubro, a queda é de 9,8% no total sobre igual período de 2019.