Gol (GOLL4): média diária de voos sobe 34% em outubro ante setembro

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Reprodução/Gol Linhas Aéreas

A Gol (GOLL4) divulgou nesta quarta-feira (18) o seus resultados referentes ao mês de outubro.

Segundo a companhia, durante o mês passado a oferta média diária de voos foi de 363 voos/dia, representando uma alta de 34% em relação ao mês de setembro.

Em períodos de pico, a Gol chegou a operar 500 voos/dia.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

As vendas brutas atingiram em outubro o montante de R$ 827 milhões.

A companhia encerrou o mês com um crescimento de 38% na busca por passagens aéreas.

Com os voos adicionais durante o mês, a receita de passageiros transportados aumentou 21% sobre setembro de 2020.

Liquidez

Ao final de outubro a liquidez total da companhia era de R$ 2,2 bilhões.

O número de assentos em outubro foi de 1,998 milhões, alta de 38% sobre setembro. Já a oferta (ASK) avançou 37%, para 2,317 milhões.

A taxa de ocupação ficou em 78%, queda de 2 pontos percentuais sobre setembro.

Para novembro, a Gol ampliou a oferta de voos para cerca de 372 ao dia, com picos de 450 voos diários. Desse modo, em novembro a Companhia operará 94 aeronaves em sua malha aérea.

Gol (GOLL4): prejuízo cresce mais de 7 vezes no 3TRI20

A Gol (GOLL4) reportou prejuízo líquido de R$ 1,71 bilhão no terceiro trimestre deste ano, contra perdas de R$ 242 milhões no mesmo período do ano passado. Isso representa um crescimento de 7,1 vezes no prejuízo.

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi negativo em R$ 204 milhões, revertendo um Ebitda positivo de R$ 1,14 bilhão um ano antes.

Já o Ebtida ajustado foi negativo em R$ 284,1%, uma queda de 75,1%.

A margem Ebitda atingiu 29,1% no trimestre, baixa de 1,6 ponto percentual na comparação anual.

A receita operacional líquida totalizou R$ 974,9 milhões, queda de 73,7% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

A receita obtida com o transporte de passageiros caiu 74,9% no trimestre, para R$ 879 milhões. Já a receita com transporte de cargas e outros recuou 54,1% e atingiu R$ 95,9 milhões.

Os investimentos da Gol totalizaram R$ 110 milhões no terceiro trimestre de 2020.

Leia mais:

Gol (GOLL4): prejuízo cresce mais de 7 vezes no 3TRI20