Gol (GOLL4) conclui refinanciamento de R$ 1,2 bi em dívida

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Gol (GOLL4)

A Gol (GOLL4) concluiu o refinanciamento de R$ 1,2 bilhão em dívida de curto prazo. Isto foi feito por meio da extensão da 7ª Série de debêntures e da emissão da 8ª Série de debêntures Simples Não-Conversíveis da GLA Linhas Aéreas S.A. Esta é uma unidade operacional da Gol.

Os recursos das debêntures serão utilizados integralmente para refinanciar a dívida de curto prazo. E estender o prazo médio dos passivos para 3,3 anos, um aumento de mais de dois anos.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Richard Lark, Diretor Vice-Presidente Financeiro, disse que após a operação, o balanço patrimonial da companhia está numa posição mais forte em termos de endividamento.

EDP Brasil (ENBR3) cancela ações e lança novo programa de recompra

O conselho de administração da EDP Brasil (ENBR3) aprovou o cancelamento de ações mantidas em tesouraria. Além disso, também aprovou o lançamento de um novo programa de recompra de ações.

Sobre o cancelamento de ações, foram encerrados 25.685.126 papéis ON, sem redução de valor do capital social. Em decorrência do cancelamento, o capital social da companhia, de R$ 5.502.715.947,12, passou a ser dividido em 581.165.268 ações ordinárias.

Já no programa de recompra, serão adquiridas até 23.558.500 ações ordinárias. O objetivo é manter as ações compradas em tesouraria, com o objetivo de aplicar recursos disponíveis para maximizar a geração de valor para os acionistas. O prazo máximo para a realização das operações será de 18 meses.

Embraer (EMBR3) simula mobilidade área no Rio visando eVTOLs

A Embraer (EMBR3) faz, no dia 8 de novembro, simulado de Mobilidade Aérea Urbana (UAM). Irá conectando a Barra da Tijuca com o Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro.

A simulação considera valores próximos ao que se espera no futuro para uma operação com uma aeronave elétrica de pouso e decolagem vertical (eVTOL).

A iniciativa, que utilizará helicóptero neste momento. E será realizada em cooperação com parceiros estratégicos e entidades governamentais, de acordo com a empresa.

A avaliação de todo o ecossistema de UAM e os principais conceitos relacionados à experiência de uma operação futura vai ocorrer ao longo de um mês. Serão seis voos diários, a um custo mais acessível que a operação de um serviço de helicóptero convencional.