Gleisi Hoffmann é absolvida da acusação de corrupção e lavagem de dinheiro

O PT comemorou nesta terça-feira (19), a absolvição de Gleisi Hoffmann, que junto com o marido, ex-ministro Paulo Bernardo, era acusada de corrupção e lavagem de dinheiro em um dos processos decorrentes da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Patrícia Auth
Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Crédito: SÃO PAULO,SP,13.07.2017:ATO-APOIO-LULA - A presidente do PT Nacional, Gleisi Hoffmann participa de ato em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em frente à sede do PT, em São Paulo (SP), na tarde desta quinta-feira (13). (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress)

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Na denúncia, a Procuradoria Geral da República afirmou que os dois teriam pedido e recebido R$ 1 milhão desviado da Petrobras. Esse dinheiro teria como destino a campanha de Gleisi ao Senado, no ano de 2010.[/box]

Além do casal, o empresário Ernesto Kugler Rodrigues, que teria participação no recebimento do dinheiro, também foi absolvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Os ministros da Segunda Turma do STF, ao julgar o caso, consideraram que não há provas suficientes para confirmar o recebimento de propina. A acusação diz que, em troca da propina, o casal – Gleisi e Paulo Bernardo – teria se comprometido em manter Paulo Roberto Costa no cargo de direto de Abastecimento da Petrobras.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Pela absolvição total, votaram os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, e Ricardo Lewandowski

Já Edson Fachin e Celso de Mello votaram pela absolvição dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, mas se mostraram a favor da condenação de Gleisi Hoffmann pelo crime de caixa dois. Isso porque a presidente do PT não declarou o dinheiro recebido na campanha de 2010.

A Procuradoria Geral da República ainda pode recorrer da decisão.

Mais denúncias contra o casal

A absolvição desta terça-feira não significa o fim da Lava Jato para Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo. O casal ainda tem pela frente mais duas denúncias e um inquérito no Supremo Tribunal Federal. Todos decorrentes de investigações da Operação Lava Jato.

Vamos falar sobre investimentos?

Comece pelo teste de perfil. É fácil e rápido de fazer.

[banner id=”teste-perfil”]