Mineração de bitcoin está migrando da China para América do Norte, diz gestor

Angélica Weise
Jornalista formada pela UNISC e com Mestrado pela UFSM. Escreve sobre tecnologia, política, criptomoedas e atualidades.

Crédito: Pixabay

O fundador da Grayscale Investments, com sede em Nova York, Barry Silbert que é o gerente do maior ativos de criptomoedas do mundo, afirmou que pretende transferir a produção de bitcoin para a América do Norte. A reportagem é do Portal Terra.

Os mineradores de bitcoin da China controlam cerca de dois terços do poder de processamento da rede de criptografia, estimaram as pesquisas no ano passado, e Barry Silbert disse o seguinte:

“O que eu vi recentemente, provavelmente nos últimos três a seis meses, é uma verdadeira mudança crescente para as tentativas de transferir grande parte dessa atividade fora da China para especificamente os EUA e o Canadá”, disse Silbert, na terça-feira, 11.

Mineração de Bitcoin no Novo Mundo

Como os pioneiros, as empresas de mineração estão se voltando para o Novo Mundo, onde esperam encontrar relativa liberdade contra interferências do governo e, em alguns lugares, suprimentos abundantes de energia barata e pronta para uso, geralmente em locais industriais abandonados.

Quem é a Grayscale Investments?

A Grayscale Investments, subsidiária do Digital Currency Group oferece seus serviços como gerente de ativos a investidores credenciados que procuram investir dinheiro em bitcoin como garantia, sem a necessidade de fazer compras diretas ou de ser responsável por sua segurança.