Gafisa (GFSA3) anuncia emissão de R$ 117,5 milhões em debêntures

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)

Crédito: Divulgação

A Gafisa (GFSA3) aprovou nesta quarta (21) a emissão de até R$ 117,570 milhões em debêntures.

A oferta restrita consistirá na distribuição pública de debêntures conversíveis em ações ordinárias. Será feita em duas séries.

O valor nominal unitário de cada debênture é de R$ 10 mi, informa a companhia.

Tio Huli, EconoMirna, Natalia Dalat e outros tubarões do mercado de Investimentos.

Não perca!

Serão emitidas ao todo 11.757 debêntures. Desse total, 4.200 pertencem à primeira série e 7.557, à segunda.

Vencimentos

A data de emissão dos títulos é 21 de outubro de 2020.

As debêntures da série I terão o prazo de 26 dias contados da data de emissão, com vencimento final em 16 de novembro de 2020.

As da Série II terão o prazo de 161 dias contados da data de emissão, vencendo em 31 de março de 2021.

Gafisa: fundo de investimento Singular atinge 12,65% das ações

A Gafisa informou também nesta quarta que o fundo de investimento Singular passa a deter 12,65% das ações.

De acordo com a Gafisa, o Singular lembra “que a participação não visa alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da companhia, se enquadrando em sua política de investimento.”

Além disso, comunica a Gafisa, o fundo “não deterá valores mobiliários conversíveis em ações ou que confiram o direito de subscrever ou adquirir ações de emissão da empresa”.

Bahema Educação (BAHI3): R$ 115 milhões em debêntures

A Bahema Educação (BAHI3) informou que foi aprovada a emissão de R$ 115 milhões em debêntures.

A companhia emitirá até 1.538.462 de debêntures, observando a possibilidade de colocação parcial no montante de 400.000 debêntures equivalentes a R$ 29,9 milhões, informa a Bahema.

As debêntures terão o valor nominal unitário de R$ 74,75 na data de emissão.

“O direito de preferência para a subscrição será concedido a todos que constem como acionistas o prazo de 42 dias para exercício das debêntures”, informa o comunicado da Bahema.

“Esse prazo se inicia em 23 de outubro de 2020 e termina em 4 de dezembro de 2020. A partir de, e inclusive, 22 de outubro de 2020, as ações da companhia serão negociadas ex-direito à subscrição.”

Dommo Energia (DMMO3): aumento de capital de R$ 43 milhões

O conselho de administração da Dommo Energia (DMMO3) aprovou o aumento de capital de R$ 43 milhões.

O aumento será feito, segundo a Dommo, por capitalização de crédito detidos por OSX 3 Leasing B.V.

Haverá ainda a emissão privada de 37.908.426 novas ações ordinárias, nominativas, escriturais
e sem valor nominal, diz a Dommo.

O preço de emissão por ação do aumento de capital foi fixado em R$ 1,14.

O capital social da companhia passa de R$ 412,3 milhões para R$ 455,6 milhões, composto por
307.948.654 ações ordinárias.

“A administração da companhia acredita que o aumento de capital irá preservar a liquidez da companhia e melhorar sua estrutura de capital, reduzir o seu nível de endividamento total e o custo de capital”, explica a Dommo.

“Outro benefício para todos os acionistas é que um menor nível de alavancagem implica menor pagamento de juros com despesas financeiras, potencializando a formação de resultado contábil e a remuneração futura dos acionistas.”