Gafisa (GFSA3) adquire shopping por R$ 99,3 milhões; BRF (BRFS3) compra processadora de alimentos na Arábia Saudita

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Gafisa

A Gafisa (GFSA3) comunicou a conclusão da aquisição do Jardim Guadalupe Shopping e assinou acordo para aquisição do São Conrado Fashion Mall, este sujeito a aprovação de credores.

Segundo a Companhia, a aquisição dos ativos, localizados no Rio de Janeiro (RJ), está em linha com a sua estratégia de investimentos em ativos com potencial de turnaround.

O valor total da operação foi de R$ 99,3 milhões, em duas tranches, sendo a primeira no fechamento e outra em janeiro de 2022.

A aquisição está sendo realizada através de um Fundo de Investimento em Participações.

Nesse sentido, a “Gafisa Propriedades vai se consolidando como uma nova unidade de negócios da Gafisa, voltada para a exploração de gestão de imóveis próprios e de terceiros, permitindo à Gafisa um balanço cada vez mais robusto, diversificando ativos”, informou a Companhia em comunicado.

BRF (BRFS3) compra processadora de alimentos na Arábia Saudita

A BRF (BRFS3) informou que sua controlada indireta com sede nos Emirados Árabes Unidos, Badi Limited, concluiu a aquisição de 100% das ações da Joody Al Sharqiya Food Production Factory, empresa de processamento de alimentos localizada na Arábia Saudita.

A transação considerou um enterprise value de SAR 29,7 milhões, equivalentes a aproximadamente US$ 8 milhões.

Com a aquisição, a BRF iniciará a implementação de um projeto de expansão da capacidade de processamento da planta de 3.600 ton/ano para 18.000 ton/ano, com investimento adicional estimado de US$ 7,2 milhões.

Petrobras (PETR3) esclarece notícia sobre TCC

A Petrobras (PETR3) esclareceu nesta segunda-feira que não assinou o aditivo ao termo de compromisso de cessação (TCC) com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) para o mercado de refino.

A minuta do aditivo foi aprovada pelo CADE para readequação dos prazos de assinatura dos contratos de compra e venda das oito refinarias.

Adicionalmente, o CADE também aprovou a minuta do aditivo do TCC para o mercado de gás natural da Nova Transportadora do Sudeste (NTS) e da Petrobras Gás S.A. (Gaspetro).

As assinaturas dos aditivos seguirão os trâmites de governança de aprovação pelos órgãos competentes da Petrobras.