G20: Estados Unidos tentam barrar pautas sobre mudanças climáticas

Weslley Almerindo
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Palácio do Planalto/Flickr

Segundo publicação do portal de notícias Independent deste domingo (23), diplomatas do G20 informaram que os EUA estão se posicionando contra a ideia de falar sobre as mudanças climáticas no evento. Fontes do G20 disseram à Reuters que a resistência do país é devida a descrença de Donald Trump no aquecimento global como um risco a economia.

Resistência é minoria

Um diplomata da cúpula afirma que a China é o único país além dos EUA que costuma solicitar bloqueio quanto a menção do tema.

Todavia, eles se enquadram como minorias na reunião do G20.

Ainda assim, os EUA, devido a sua forte influência e poder, atrasam muito as pautas sobre mudanças climáticas no evento.

EUA contra o mundo

Em novembro do ano passado, Donald Trump iniciou a retirada dos Estados Unidos do acordo climático de Paris.

Caso ele efetue o que deseja, os EUA será o único país do mundo a não ser incluído no acordo.

A posição do presidente norte-americano não mudou desde o último G20, quando também se posicionou contra o assunto mudanças climáticas.

Além do meio ambiente

O principal objetivo do evento neste ano é estabelecer regras para tributação das empresas digitais globais.

De acordo com o Independent, o G20 espera uma pequena recuperação no crescimento global neste e no próximo ano.

Contudo, observa pontos negativos para o crescimento, como tensões comerciais e geopolíticas, incerteza política e o risco macroeconômico proporcionado pela sustentabilidade ambiental.

Quanto ao coronavírus, ele praticamente não é mais visto como risco ao crescimento global.