Fundos imobiliários: confira os FIIs recomendados para novembro

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação

As recomendações de Fundos Imobiliários (FIIs) das principais casas de investimento para novembro são puxadas pelos fundos CSHG Real (HGRE11) e o CSHG Logística (HGLG11).

Os fundos apareceram em carteiras recomendadas de Mirae, Nova Futura, Guide, Ativa e Terra Investimentos.

Em outubro, os fundos imobiliários CSHG Real (HGRE11), BTG Pactual Fundos de Fundos (BCFF11) e BTG Logística (BTLG11) estavam entre os mais recomendados para o mês.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

CSHG Real (HGRE11)

A Guide Investimentos acredita que os ativos do HGRE11 são ideais para se posicionar no segmento de lajes corporativas.

Isso porque esse fundo possui majoritariamente edifícios classificados com A+, que historicamente apresentam características mais defensivas em momentos de crise.

O HGRE11 dispõe atualmente de 22 edifícios, destacando-se especialmente pela alta concentração de ativos em regiões premium de São Paulo.

A Ativa Investimentos também destaca a boa localização e diversificação deste fundo imobiliário.

Além disso, segundo a Guide, o fundo apresenta um desconto bastante relevante (VM/VP ~0,92x).

CSHG Logística (HGLG11)

O CSHG Logística procura obter retorno em empreendimentos voltados a operações industriais e logísticas.

A Mirae afirmou que continua otimista com o segmento de galpões de logística, que já vem aumentando desde julho deste ano, mas com maior volume no terceiro trimestre e expectativa de crescimento ainda maior nos três últimos meses do ano.

De acordo com a Mirae, com as recentes quedas na taxa Selic, o dividend-yield dos fundos deverá continuar superior e até mesmo aumentando seu ganho em relação à taxa Selic, sendo uma boa opção para investidores.

Indústria de Fundos Imobiliários

O principal índice Fundos Imobiliários da B3, IFIX, apresentou desempenho negativo, queda de -1,0%, revertendo a performance positiva que vinha tendo até a última semana do mês.

De acordo com a Guide, a baixa reflete o sentimento de cautela dos investidores quanto a manutenção e, ou, novas medidas de distanciamento social.

Em setembro, o mercado de Fundos Imobiliários atingiu um volume negociado de R$ 4,1 bilhões, representando um crescimento de 51% na comparação com o mesmo período de 2019, conforme dados da B3.

O Patrimônio Líquido continuou crescendo, totalizando R$ 113 bilhões, enquanto o setor continuou a provar sua atratividade frente ao cenário de juros baixos, superando a marca de mais de 1 milhão de investidores.

Isso representa um aumento de 64% comparado a dezembro do ano passado

Fundos Imobiliários: carteiras recomendadas para novembro

Aqui você confere as cinco carteiras para novembro, das casas de investimentos analisadas:

Mirae

XPML11, HGLG11, VISC11, RBRF11 e BCFF11.

Nova Futura

RBRR11, HGLG11, HGRE11 e IRDM11.

Guide Investimentos

BRCR11, BTLG11, HGCR11, HGRE11, OUFF11, RBIV11, RBRR11, TRXF11, VISC11 e XPLG11.

Ativa Investimentos

RBED11, IBFF11, VGIP11, BTLG11, HGRU11, HGRE11, TGAR11, RMAI11, JSRE11, RECR11, TRXF11 e RBRP11.

Terra Investimentos

KNCR11, HGRE11, TGAR11, BCFF11 e HGLG11.

Quer saber como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para auxiliar na sua trajetória de investimentos