Fundos Imobiliários (FIIs): Investindo seus dividendos

Olá leitores, tudo em ordem com vocês? Espero que sim! A bolsa brasileira vem experimentando novas altas!

Oliver Imhof
Oliver Imhof é um colaborador da EuQueroInvestir. Contato: oliver.imhof@euqueroinvestir.com
img-capa-dividendos

Foto: img-capa-dividendos

Além de observar o próprio Ibovespa, o investidor também pode ficar de olho no [highlight color=”yellow”]BOVA11, ETF[/highlight] que segue de perto o  principal índice da bolsa brasileira.

Só para o leitor ter uma ideia, o ETF já obteve, nesse ano (2018), valorização de 13,91%!

[banner nome=”facebook”]

Mas e os fundos imobiliários?

Estão muito bem caros leitores! Hoje vou falar um pouco sobre os investimentos das distribuições!

Investindo as distribuições!

Quando eu comecei a investir em FII, eu tinha duas motivações:

  • [highlight color=”yellow”]A primeira era com relação às distribuições. Na época, havia fundos que estavam pagando algo próximo de 0,83% ao mês, sobre o valor investido![/highlight]

Tudo isso liquido de imposto de renda! Todo santo mês, o valor vinha na conta da corretora. Lógico, dependendo do fundo havia certa volatilidade nos pagamentos, mas existem alguns que oferecem sim, certo fluxo contínuo de distribuições.

  • [highlight color=”yellow”]A segunda motivação era relacionada ao tijolo! Investir em um imóvel de alto padrão, com inquilinos do calibre de grandes empresas nacionais e multinacionais![/highlight]

Ao invés de comprar um imóvel e tentar alugar o mesmo para alguém, eu poderia investir com pouco dinheiro (em comparação com a aquisição de um imóvel, é pouco mesmo!) em fundos que possuem excelentes imóveis.

Coisa que talvez não pudesse fazer, mesmo juntando todo o dinheiro de uma vida! Então os FII surgiram como uma excelente oportunidade.

Simulação de investimento!

Estou escrevendo uma série de trabalhos sobre FII, e comecei a fazer algumas simulações de investimento! Como funciona?

É bem simples! Eu pego o valor da distribuição de um mês em específico, e vou jogando a taxa Selic do período. Depois eu somo com o valor do mês seguinte, e assim por diante. Sempre corrigindo pela taxa Selic do mês.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

[banner id=”teste-perfil”]

Um dos fundos que eu fiz isso foi AEFI11. Esse fundo administra dois imóveis para a instituição de ensino Kroton.

Inclusive, o fundo atualmente está tentando negociar com a Kroton a troca dos imóveis. O contrato que existe entre AEFI11 e a Kroton vence em 2026! Falta um bom tempo ainda para terminar!

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Sendo que o mesmo contrato estabelece correções vinculadas à inflação durante esse período! Ou seja, o investidor sempre terá um aumento.[/box]

Vamos ver então como ficou a tabela:

tabela

Como estamos tratando da taxa Selic, acabei montando a tabela, como se fosse uma simulação de investimento no Tesouro Selic.

Recapitulando, a simulação mostra que a aplicação das distribuições em outras formas de investimento, como o Tesouro Selic, pode sim, gerar um bom ganho para o investidor.

Lógico, não precisa ser necessariamente no Tesouro Selic, o investidor pode aplicar seus recursos em fundos de investimento atrelados ao DI ou até investir em FII.

Acabei utilizando o Tesouro Selic, por se tratar de um ativo bem mais seguro. Mas enfim, nessa simulação ainda levei em conta o investimento em 10 cotas do fundo AEFI.

[highlight color=”yellow”]A compra de 10 cotas de AEFI11 em 2012 (na data do início da tabela) exigia um investimento de aproximadamente R$ 1.030,00 (R$ 103,00 por cota).[/highlight]

Sendo que os primeiros pagamentos estavam saindo por cota o valor de R$ 0,86 (ou 10 cotas por R$ 8,60).

[highlight color=”yellow”]Ao final desse período, o investidor teria acumulado algo próximo dos R$ 950,00! Sem falar do próprio valor investido nas cotas de AEFI11.[/highlight]

Nesse caso houve uma valorização! A cota está atualmente sendo negociada próxima dos R$ 160,00 cada! No total seria R$ 1.600,00!

Enfim, com um investimento inicial de R$ 1.030,00, hoje o investidor poderia ter R$ 2.550,00! Só a título de curiosidade, o mesmo valor aplicado em Tesouro Selic (ou qualquer investimento que ofereça 100% da taxa Selic) estaria rendendo pouco menos de R$ 1.900,00!