ColunistasEu Quero FIIsRenda Variável

Fundos Imobiliários (FIIs): Investindo seus dividendos

Fundos Imobiliários (FIIs): Investindo seus dividendos
2 de 1 voto[s]

Olá leitores, tudo em ordem com vocês? Espero que sim! A bolsa brasileira vem experimentando novas altas!

Além de observar o próprio Ibovespa, o investidor também pode ficar de olho no BOVA11, ETF que segue de perto o  principal índice da bolsa brasileira.

Só para o leitor ter uma ideia, o ETF já obteve, nesse ano (2018), valorização de 13,91%!

Siga-nos no Facebook e receba as atualizações do Blog:

Mas e os fundos imobiliários?

Estão muito bem caros leitores! Hoje vou falar um pouco sobre os investimentos das distribuições!

Investindo as distribuições!

Quando eu comecei a investir em FII, eu tinha duas motivações:

  • A primeira era com relação às distribuições. Na época, havia fundos que estavam pagando algo próximo de 0,83% ao mês, sobre o valor investido!

Tudo isso liquido de imposto de renda! Todo santo mês, o valor vinha na conta da corretora. Lógico, dependendo do fundo havia certa volatilidade nos pagamentos, mas existem alguns que oferecem sim, certo fluxo contínuo de distribuições.

  • A segunda motivação era relacionada ao tijolo! Investir em um imóvel de alto padrão, com inquilinos do calibre de grandes empresas nacionais e multinacionais!

Ao invés de comprar um imóvel e tentar alugar o mesmo para alguém, eu poderia investir com pouco dinheiro (em comparação com a aquisição de um imóvel, é pouco mesmo!) em fundos que possuem excelentes imóveis.

Coisa que talvez não pudesse fazer, mesmo juntando todo o dinheiro de uma vida! Então os FII surgiram como uma excelente oportunidade.

Simulação de investimento!

Estou escrevendo uma série de trabalhos sobre FII, e comecei a fazer algumas simulações de investimento! Como funciona?

É bem simples! Eu pego o valor da distribuição de um mês em específico, e vou jogando a taxa Selic do período. Depois eu somo com o valor do mês seguinte, e assim por diante. Sempre corrigindo pela taxa Selic do mês.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Um dos fundos que eu fiz isso foi AEFI11. Esse fundo administra dois imóveis para a instituição de ensino Kroton.

Inclusive, o fundo atualmente está tentando negociar com a Kroton a troca dos imóveis. O contrato que existe entre AEFI11 e a Kroton vence em 2026! Falta um bom tempo ainda para terminar!

Sendo que o mesmo contrato estabelece correções vinculadas à inflação durante esse período! Ou seja, o investidor sempre terá um aumento.

Vamos ver então como ficou a tabela:

tabela

Como estamos tratando da taxa Selic, acabei montando a tabela, como se fosse uma simulação de investimento no Tesouro Selic.

Recapitulando, a simulação mostra que a aplicação das distribuições em outras formas de investimento, como o Tesouro Selic, pode sim, gerar um bom ganho para o investidor.

Lógico, não precisa ser necessariamente no Tesouro Selic, o investidor pode aplicar seus recursos em fundos de investimento atrelados ao DI ou até investir em FII.

Acabei utilizando o Tesouro Selic, por se tratar de um ativo bem mais seguro. Mas enfim, nessa simulação ainda levei em conta o investimento em 10 cotas do fundo AEFI.

A compra de 10 cotas de AEFI11 em 2012 (na data do início da tabela) exigia um investimento de aproximadamente R$ 1.030,00 (R$ 103,00 por cota).

Sendo que os primeiros pagamentos estavam saindo por cota o valor de R$ 0,86 (ou 10 cotas por R$ 8,60).

Ao final desse período, o investidor teria acumulado algo próximo dos R$ 950,00! Sem falar do próprio valor investido nas cotas de AEFI11.

Nesse caso houve uma valorização! A cota está atualmente sendo negociada próxima dos R$ 160,00 cada! No total seria R$ 1.600,00!

Enfim, com um investimento inicial de R$ 1.030,00, hoje o investidor poderia ter R$ 2.550,00! Só a título de curiosidade, o mesmo valor aplicado em Tesouro Selic (ou qualquer investimento que ofereça 100% da taxa Selic) estaria rendendo pouco menos de R$ 1.900,00!

 

Oliver Imhof

Oliver Imhof é um colaborador da EuQueroInvestir.
Contato: oliver.imhof@euqueroinvestir.com

Artigos Relacionados

Close