Fundos de Investimentos: aprenda o que é taxa de administração e taxa de performance

Humberto Maurício Pennacchia
null

Crédito: Stevepb / Pixabay

As pessoas que desejam investir seu capital em fundos devem ficar atentas a cobrança de duas taxas. Se você tem interesse nesse tipo de investimento, saiba que os especialistas recomendam a leitura com bastante atenção do folder para analisar com cuidado os valores que serão cobrados referentes a taxa de administração e taxa de performance do fundo. Nessa matéria, você aprenderá o que é taxa de administração e taxa de performance.

O que é taxa de administração?

Taxa de administração é o pagamento que é efetuado pelo cotista do fundo, remunerando o gestor pelo trabalho realizado. A taxa de administração incide sobre o valor total investido. Obs: Quando falamos em valor total investido, nos referimos ao capital alocado mais os rendimentos produzidos. A cobrança dessa taxa é feita em porcentagem (%) ao ano. Porém, ela é cobrada de forma proporcional: incide a cada seis meses ou quando o cliente faz algum resgate.

O que é taxa de performance?

A taxa de performance funciona como uma espécie de pagamento adicionalEla é cobrada quando a gestão do fundo supera seu índice de referência (benchmark). Esse índice de referência pode ser, por exemplo, o Ibovespa, o Certificado de Depósito Interbancário (CDI) ou qualquer outro definido na documentação do fundo. A taxa de performance é cobrada sobre a parte do retorno do fundo que ultrapassa o seu índice de referência. Exemplo prático: Uma pessoa investe em um fundo cuja referência seja o Ibovespa (principal índice de ações da bolsa de valores brasileira). Vamos imaginar que o Ibovespa tenha uma valorização de 200%, se o fundo conseguir uma valorização, por exemplo, de 250%, a taxa de performance será cobrada sobre os 50% de diferença.

Qual o percentual cobrado pelos fundos de investimentos  referente a taxa de performance?

No Brasil, o padrão adotado pelos fundos é 20%. Nesse caso, pegando como referência o exemplo acima, a taxa de performance seria de 20% sobre os 50% de retorno excedente do fundo.

Dicas para você escolher o melhor fundo de investimento:

a) Faça uma análise meticulosa a respeito da rentabilidade do fundo. Olhe os números do fundo por dois anos para saber se o rendimento é consistente. Compare com momentos de instabilidade econômica para que você tenha noção de como foi sua performance.

b) Análise o custo-benefício do fundo de investimentos. Veja, por exemplo, se não há outros custos envolvidos no negócio. Leia com bastante atenção as cláusulas com letrinhas bem pequenas.

c) Avalie a relação risco/retorno. Faça a seguinte pergunta: O risco que eu estou tomando vale o retorno na aplicação? Se você não tem certeza se vai conseguir dormir depois do investimento feito, a melhor solução é partir para outro que vá deixá-lo mais confortável.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil