Fuja do Brete!

“Conheça a arte de Embretar: O Verbo mais conjugado pelos Gerentes de Banco”

Filipe Teixeira
Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585 Instagram: filipe_st

A arte de Embretar

Hoje pela manhã, discutíamos aqui na EuQueroInvestir, sobre termos e gírias que caracterizam as diferentes regiões do Brasil.

Percebemos que estamos próximos de criar um novo idioma, tamanha a diversidade de culturas que aqui se encontram: Mineiros, Catarinenses, Goianos, Cariocas, Gaúchos e Paulistas, cada um volta e meia, surpreende com um termo novo. Praticamente uma Torre de Babel.

O verbo, tema da nosso discussão de hoje foi: EMBRETAR

Desconhecido de alguns, o ato de embretar-se é constantemente usado (especialmente por mim) em nossas reuniões de pauta, nas ligações com os clientes, nas discussões sobre futebol e na troca de experiências sobre casamento (calma, chegaremos lá).

É impossível compreender a complexidade do “embretamento”, sem entender primeiro, o que é um brete.

Brete é uma espécie de compartimento ou jaula, onde o gado é examinado, marcado ou recebe algum tratamento veterinário.

Logo, embretar, é o ato de encurralar, cercar, induzir a “vítima” até o brete. Embretar-se, é a ação de ser ou sentir-se embretado.

O Brete na Política

Recentemente tivemos um clássico embretamento, protagonizado pelos irmãos da JBS (com o “B”, de Brete). A cada ligação, reunião e recebimento de propina, Temer, Aécio e cia ltda, embretavam-se magnificamente.

Para quem ficou bilionário embretando gado, embretar Presidentes e Senadores é tarefa das mais simples.

Por falar em presidente, Dilma Roussef foi outra que deixou-se embretar. O ardiloso PMDB (olha o “B” de brete aí de novo) sempre foi useiro e vezeiro na arte de embretar.

Eu não estive em nenhuma passeata em favor da ex-Presidente Dilma, mas tivesse ido, certamente levaria um cartaz:

Outro notável embretador, o Juiz Federal Sérgio Mouro, utilizou-se da delação premiada, no papel do cachorro ovelheiro (cão usado para conduzir o gado para o brete), empilhando mandatos de prisão contra empresários, diretores, políticos, ex-ministros etc.

Nada é mais eficaz na condução ao brete, que um cão lhe mordendo os calcanhares.

Fechando o segmento político, ninguém mais na história deste país, embretou-se tanto, como o nosso ex-Presidente Lula.

Réu em 7 processos, entre Lava Jato e Zelotes, Lula caminha a passos largos para o brete.

Cuidado com o brete na hora de Investir!

Quando o assunto é investir, ninguém veste melhor a carapuça do embretador, quanto o Gerente do Banco (não é atoa que banco começa com “B”).

Entre uma previdência privada com altas taxas de carregamento, uma poupança que rende menos que a inflação e aquele título de capitalização maroto, nosso Embretador das Galáxias segue batendo suas metas, às custas da sua rentabilidade.

Veja bem, seu gerente não é o vilão desta história. Ele tem metas agressivas a bater e sofre pressões terríveis para te embretar. Imagine então, em um cenário de crise econômica com uma das maiores taxas de desemprego da última década?

Repito, seu gerente não é uma má pessoa, mas…

Para o banco, alguém precisa ser embretado sempre!

[banner id=”05.01″]

[banner id=”03.02″]

[banner id=”teste-perfil”]

Quando e onde investir

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada que um teste feito em qualquer ferramenta na internet, exige uma análise mais criteriosa e dedicada para cada pessoa.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

os perfis de investidores

Para ter uma visão precisa do perfil é preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Esta é a função do Assessor de Investimentos

Entender o investidor em uma profundidade maior que um teste de perfil na internet. É a nossa função como uma empresa especializada em educação financeira.

O primeiro passo é fazer uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um Assessor de Investimentos. É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil e avaliar o alinhamento com seus atuais investimentos.