FMI afirma que crise do Covid-19 já é pior do que a de 2008 para os emergentes

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Facebook

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que a crise da pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, está mais grave para os países emergentes do que a crise financeira de 2008. Segundo a diretora-geral da entidade, a búlgara Kristalina Georgieva (foto), quase US$ 90 bilhões já foram retirados dos mercados emergentes durante a pandemia.

“Nunca na história do FMI nós presenciamos a economia mundial nessa situação”, disse a diretora-geral. “É um dos momentos mais sombrios da humanidade, uma grande ameaça para todo o mundo. Isso requer que permaneçamos unidos e protejamos os mais vulneráveis”.

As informações são da revista Exame.

Parceria

O organismo internacional está juntando forças com o Banco Mundial e outras instituições financeiras para dispor recursos que ajudem países e cidades a diminuir os impactos econômicos decorrentes da pandemia.

A única forma de combater ao alastramento da doença, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é o isolamento social o mais severo possível.

Isso pressupõe que muitas atividades não podem parar e ficam expostas à infecção, como agricultura, logística e distribuição, segurança, medicina, farmacêutica, limpeza, transporte, indústrias etc. O isolamento, segundo a OMS, faz com que os sistemas de saúde dos países, mesmo os mais preparados e desenvolvidos, não entrem em colapso.

Uma das estratégias do FMI é fazer com que bancos centrais em países desenvolvidos ajudem os bancos de países emergentes e em desenvolvimento.

FMI e emergentes

Georgieva alerta que mais de noventa países até agora entraram com pedido de ajuda financeira de fundos internacionais: “nunca vimos um crescimento de demanda tão grande vindo dos emergentes”.

Ela já havia declara do que a recuperação da economia global depende muito de como o mundo conseguirá conter a pandemia: “nossa previsão de uma recuperação no próximo ano depende de como conseguiremos conter o vírus e reduzir o nível de incerteza”.

A diretora tem insistido numa ação coordenada a partir do G20 para que possa ser possível, em curto espaço de tempo, estabilizar a economia mundial. Pois, de acordo com a representante do FMI, a perspectiva ainda é “negativa” quanto ao crescimento em 2020 e para o começo de 2021.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

“Esta é uma crise como nenhuma outra. Testemunhamos em 2008 a economia mundial parada. Agora estamos em recessão. É muito pior que a crise financeira global de 2008-2009”, disse, falando especialmente aos emergentes.

LEIA MAIS
Desaceleração global por coronavírus será “muito pior” do que crise financeira, diz FMI

FMI: recuperação econômica depende de como pandemia será contida