Fluxo cambial: 1ª semana do mês tem saldo positivo de US$ 2,56 bi

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Marcello Casal/ Agência Brasil

Depois de uma série de semanas fechando no vermelho, o fluxo cambial brasileiro ficou azul na última de julho e reforça o movimento na primeira de agosto.

O Banco Central (BC) informou nesta quarta-feira (12) que na semana entre 3 e 7 de agosto o saldo ficou positivo em US$ 2,565 bilhões.

Na última semana de julho, o saldo havia ficado positivo em US$ 461,69 milhões, depois de sete semanas no negativo.

Entretanto, no acumulado do ano, o fluxo ainda é bastante negativo, de US$ 13,252 bilhões.

Esse resultado é 726,22% pior do que o aferido no mesmo período de 2019.

Em compensação, na comparação com a primeira semana de agosto do ano passado, o saldo positivo conseguido nestes primeiros cinco dias de agosto de 2020 é 323,88% melhor do que os US$ 605,24 milhões de 2019.

Fluxo cambial detalhado

O saldo comercial seguiu positivo, como tem acontecido durante todo o ano: US$ 1,591 bilhão.

Esse valor é resultado de US$ 3,418 bilhões de exportações e US$ 1,826 bilhão de importações.

Contudo, dessa vez, o saldo financeiro também contribuiu para o bom resultado, ao contrário do que vinha ocorrendo.

Com compras em US$ 8,185 bilhões e saídas de US$ 7,211 bilhões, o setor acabou com US$ 974,86 milhões positivos.

Entretanto, no ano, o saldo do financeiro ainda é bastante negativo, com menos US$ 42,189 bilhões retirados do país.

Apenas no dia 3, com US$ 223,55 milhões, e no dia 7, com US$ 126,74 milhões, houve saída de dólares do financeiro.

A título de comparação, a primeira semana de julho terminou negativa em US$ 704,72 milhões.