Fluxo cambial estrangeiro fecha em saldo negativo US$5,407 bilhões na semana

Felipe Santos Diogo
Economista - Especialista em investimentos (CEA®)
1

Crédito: Reprodução / Canva - Dolares no vermelho

Segundo dados divulgados pelo Banco Central, na última quarta-feira (18), o fluxo cambial estrangeiro ficou negativo em US$5,407 bilhões na semana passada (de 9 a 13 de Dezembro).

Este foi o pior resultado desde os US$8,629 bilhões registrados na anterior, de 24 a 28 de junho deste ano.

Já no acumulado de Dezembro, o fluxo cambial estrangeiro ficou negativo em 8,241 bilhões de dólares. Entretanto, foram US$ 13,145 bilhões de saída da conta financeira e entrada de US$4,904 bilhões da conta comercial. Enquanto o saldo negativo de 10,841 bilhões de dólares piorou significativamente, ante os 2,664 bilhões registrados na semana anterior.

Em suma, considerando o ano de 2019 os estrangeiros já retiraram do país 35,397 bilhões de dólares. No mesmo período do ano passado este saldo estava positivo em US$8,280 bilhões.

 

Leia mais: https://br.investing.com/news/forex-news/fluxo-cambial-piora-e-pais-tem-maior-saida-de-dolar-desde-junho-708271

Em resumo, a saída pelo canal financeiro neste ano, até 13 de dezembro, foi de US$ 55,482 bilhões. Foram aportes no valor de US$ 527,9 bilhões e de envios no total de US$ 583,4 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Intervenções do BC e o fluxo cambial

Em dezembro o Banco Central vendeu 6,120 bilhões de dólares no mercado à vista. No acumulado de 2019, a venda nesse segmento soma 33,396 bilhões de dólares.

Entre 9 e 13 de dezembro, o BC não liquidou operações de linhas de dólares com compromisso de recompra.

 

Leia mais sobre a liquidação de dólares pelo BC: https://www.euqueroinvestir.com/banco-central-vendera-mais-us-75-bilhoes-das-reservas-em-dezembro/

 

 

 


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374